Leia a Bíblia, tia Jú!

Esta gravura é uma ilustração de uma passagem da Bíblia: Abraão a ponto de matar seu filho Isaac.

Ando sem paciência com as igrejas de uma forma geral, mas a igreja Evangélica tem me tirado do sério. Tento fugir dos evangélicos, mas hoje em dia, como todos podem perceber, eles estão por todas as partes nos forçando a “aceitar Jesus” como se alguma vez na vida eu o recusasse e obrigando-me a ler as Sagradas Escrituras como se eu eu já não a tivesse lido.

A falta de leitura e o excesso de novela da grande parte da população carioca sempre me incomodaram. Nos três anos em que fui professora da rede estadual do Rio de Janeiro convivi com a triste realidade de lidar com um grande número de pessoas que não lêem nem bula de remédio e, óbvio, gastava infinitamente mais tempo para fazê-los entender coisas simples que outros, ainda que com pouca leitura (mas pelo menos com pouca), entendiam. Ah sim, antes que me esqueça, sempre que perguntava (e perguntava sempre) o que eles estavam lendo, quando havia alguém lendo alguma coisa dizia que era a Bíblia. Ótimo! Dizia eu! Pelo menos vai questionar o que está escrito nas Sagradas Escrituras, pensava. Mas quando ia discutir determinadas passagens, verificava que elas eram todas desconhecidas. Dizia que lia mas era mentira.

Fato é, constatado e facilmente percebido, que os evangélicos em sua maioria nada lêem. Muito menos a Bíblia que é um livro super grosso e sem gravuras. O que me agride é que essas pessoas seguem um determinado pastor que prega, sempre segurando a Bíblia, que aquilo que Nela está escrito é a palavra do Senhor e deve ser seguido. Em cima disso, fazem o discurso lavando cerebralmente e facilmente seus fiéis, já que nada lêem, arrancando deles o que conseguir. A eficiência dos pastores é medida pela quantidade de bens materiais que conseguem arrancar de seus fiéis que, por sua vez, provam o tamanho de sua fé com o que lhe é oferecido.

Marilene, minha manicure, e tia Jú, irmã de minha sogra, são evangélicas. Ambas seguem um pastor e estão na promessa de ler a Bíblia desde que “aceitaram Jesus”. Devido à convivência e o fato de gostar muito das duas, tenho que ouvi-las sempre. Sinto-me, no entanto, na obrigação de alertá-las sobre o fato de que a Bíblia tem que ser realmente lida como tantos outros livros mas não deve ser encarada como A Verdade. Quando digo isso elas se estremecem, se assustam, pedem, inutilmente, piedade pela minha alma.

A maioria de nós não provoca sofrimento desnecessário; acreditamos na liberdade de expressão e a protegemos mesmo quando discordamos do que está sendo dito; pagamos nossos impostos; não traímos, não matamos, não cometemos incesto, não fazemos aos outros aquilo que não queremos que façam conosco. Alguns desses bons princípios podem ser encontrados em livros sagrados, concordo com vocês duas, mas enterrados junto com um monte de coisas que nenhuma pessoa decente gostaria de seguir. Enfim, as Sagradas Escrituras, definitivamente, NÃO fornecem regras para distinguir os bons princípios dos ruins!

Agora quem resolveu salvar essas duas das trevas fui eu. Peguei a Bíblia, separei algumas partes para mostrar o que nenhum pastor mostra e muito menos discute. Para provar que não estou mentindo deixo para quem quiser a referência de onde tirei cada passagem.

Comecemos no Gênesis com a adorada história de Noé. A lenda dos animais entrando na arca aos pares é linda, mas a moral da história de Noé é assustadora. Deus condenou os seres humanos e resolveu (com exceção de uma família) afogar todos eles, incluindo as crianças, e também, por via das dúvidas, o resto dos animais (presumivelmente os inocentes).

Apesar de muitos teólogos (mas nenhum evangélico) já entenderem que não se interpreta o livro do Gênesis em termos literais um número assustadoramente grande de pessoas ainda interpreta as Escrituras, incluindo a história de Noé, de forma literal. Na destruição de Sodoma e Gomorra, foi Ló, sobrinho de Abraão, o escolhido para ser poupado junto com a sua família por ser especialmente correto. Dois anjos foram enviados a Sodoma para avisar a Ló e dizer que ele saísse da cidade antes da chegada do enxofre. Ló recebeu os anjos com hospitalidade, e então, todos os homens de Sodoma reuniram-se em torno da casa dele e exigiram que Ló entregasse os anjos para que eles pudessem sodomizá-los: “Onde estão os homens que vieram para sua casa esta noite? Traze-os para que deles abusemos”(Gênesis, 19,5). A bravura de Ló ao recusar-se a ceder à exigência sugere que Deus deve até ter tido razão ao considerá-lo o único homem de bem de Sodoma. Mas a auréola de Ló fica manchada com os termos de sua recusa: “Rogo-vos, meus irmãos, que não façais mal; tenho duas filhas, virgens, e vo-las trarei; tratai-as como vos parecer, porém nada façais a estes homens, porquanto se acham sob a proteção de meu teto” (Gênesis, 19,7-8).

Por mais estranha que a história possa parecer, ela certamente nos indica alguma coisa sobre o respeito reservado às mulheres nessa cultura inteiramente religiosa. No final, a oferta que Ló fez da virgindade de suas filhas mostrou-se desnecessária, pois os anjos conseguiram afastar os opressores cegando-os por milagre. Eles então advertiram Ló para que partisse imediatamente com a sua família e seus animais porque a cidade estava prestes a ser destruída. A família inteira escapou, com exceção da pobre mulher de Ló, que o Senhor transformou num pilar de sal por ter cometido a ofensa de olhar para trás para ver os fogos de artifício.

As duas filhas de Ló fazem uma breve reaparição na história. Depois da mãe delas ter sido transformada num pilar de sal, elas moram com o pai numa caverna, no alto de uma montanha. Carentes de companhia masculina, adivinha (!), elas decidem embebedar o pai e copular com ele. Ló não percebeu quando sua filha mais velha chegou a sua cama, mas não estava bêbado demais para engravidá-la. Na noite seguinte as duas filhas combinaram que era a vez da mais nova. Novamente Ló estava bêbado e engravidou a mais nova também (Gênesis, 10, 31-36). Se essa família tão perturbada era a melhor que Sodoma tinha a oferecer em termos de princípios morais, dá até para entender o enxofre punitivo mandado por Deus!

A história de Ló e os sodomitas ressoa de forma assustadora no capítulo 19 do livro dos Juízes, quando um levita (padre) não identificado viajava com a concubina em Jebus. Eles passaram a noite na casa de um velho hospitaleiro. Enquanto jantavam, os homens da cidade chegaram e bateram à porta, exigindo que o velho entregasse seu convidado “para que dele abusemos”. Praticamente com as mesmas palavras de Ló, o velho disse: “Não, irmão meus, não façais semelhante mal; já que o homem está em minha casa, não façais tal loucura. Minha filha virgem e a concubina dele trarei para fora; humilhai-as e fazei delas o que melhor vos agrade; porém a este homem não façais semelhante loucura”(juízes 19, 23-24). Acho o termo “humilhai-as” especialmente aterrador. Divirtam-se humilhando e estuprando a minha filha e a concubina desse padre, mas mostrem o devido respeito por meu convidado, que, afinal de contas, é homem. A concubina não teve a mesma sorte que as filhas depravadas de Ló.

O levita a entrega à multidão que a estupra coletivamente a noite inteira: “E eles a forçaram e abusaram dela toda a noite até pela manhã; e , subindo a lava, a deixaram. Ao romper da manhã, vindo a mulher, caiu à porta da casa do homem, onde estava o seu senhor, e ali ficou até que se fez dia claro”(Juízes 19, 25-26). De manhã o levita encontra a concubina prostrada na porta e diz: “Levanta-te e vamos”. Mas ela não se moveu. Estava morta. Então ele “tomou um cutelo e, pegando a concubina, a despedaçou por seus ossos em doze partes; e a enviou por todos os limites de Israel”. Sim. Você leu certo. Pode olhar em Juizes 19, 29. Mas a história não é tão maluca quanto parece. Havia um motivo: provocar uma vingança. E deu resultado, pois o incidente causou a guerra de desforra contra a tribo de Benjamim, na qual, como o capítulo 20 de Juízes ternamente registra, mais de 60 mil homens foram mortos. Essa história é tão parecida com a de Ló que não dá para não especular se algum fragmento do manuscrito sem querer não se misturou em algum escritório esquecido de um monastério.

Esses episódios desagradáveis não passam de pecadilhos se comparados à infame lenda do sacrifício de filho de Abraão, Isaac. Deus determinou que Abraão transformasse seu filho querido em oferenda em forma de fogo. Abraão construiu um altar, colocou lenha sobre ele e amarrou Isaac sobre a lenha. A faca assassina já estava em suas mãos quando um anjo interveio drasticamente, com a notícia de uma mudança de planos de última hora: Deus estava apenas brincando, no fim das contas, estava apenas testando a fé de Abraão. Ufa! Mas, como uma criança conseguiria se recuperar de tamanho trauma psicológico? Essa lenda que se assemelha a um filme de terror é um dos exemplos citados por vários pastores sobre a força da fé.

Mais uma vez muitos podem dizer que as Escrituras não devem ser encaradas ao pé da letra. Mas sim, Elas são encaradas como fatos literais e como exemplos a serem seguidos. Quem me disse isso foi Marilene e tia Jú fervorosamente. E mesmo se não for como fato literal, como já me cansou de alertar a minha mãe, como devo encarar todas essas histórias? Como uma alegoria? Alegoria de quê? Certamente de nada digno de louvor. Como lição moral? Mas que tipo de princípio moral podemos tirar dessas histórias, pastor? Ah, mas tem outras histórias lindas nas Escrituras…você está sendo radical! Alertou-me um pastor quando fui questioná-lo com meus 17 anos e com a minha Bíblia devidamente lida. Se é assim, pastor, precisamos ter algum critério independente para decidir quais trechos são morais: um critério que venha de onde vier, não pode vir da própria escritura.

Mas, minha filha, voltemos a história que tanto te incomoda, continuou o pastor, não foi bom que Deus tenha poupado a vida de Isaac no último minuto? Ah sim, seu pastor, isso prova que Deus realmente é bom, mas a onisciência cai por terra já que Ele não foi capaz de entrar na cabeça de Abraão e poupar a criança do trauma. Mas tudo bem, vou te mostrar outra história com um final menos feliz. Em Juízes, capítulo 11, o líder militar Jefté fez uma troca com Deus combinando que, se Deus garantisse a vitória de Jefté sobre os amonistas, Jefté sacrificaria, sem falta, na fogueira, “aquele que sair primeiro da porta da minha casa e vier ao meu encontro, voltando eu.” Jefté tinha mesmo a intenção de derrotar os amonistas e voltou para a casa vitorioso. Como era de se esperar, sua filha, única filha, saiu de casa para recebê-lo e, que pena, foi a primeira a sair pela porta. Jefté rasgou suas roupas, compreensivelmente, mas não havia nada que pudesse fazer. Deus estava ansioso pela oferenda prometida, e dadas às circunstâncias, a filha, respeitosamente, concordou em ser sacrificada. Ela só pediu permissão para ficar dois meses na montanha para lamentar a sua virgindade. Ao fim desse período ela voltou, obediente, e seu pai a cozinhou. Deus não achou por bem intervir nesse caso.

Mostrei esses trechos à Marilene e à tia Jú. Poderia mostrar outros já que minha Bíblia está toda grifada mas o rosto delas me mostrou que já era o bastante.

Refletiram. Ponto para mim.

____________________________________________
Parece que o presidente dos Estados Unidos pensa como eu. Fica aqui o vídeo para quem quiser conferir:

39 Comentários

Arquivado em Opinião, reflexões, Religião

39 Respostas para “Leia a Bíblia, tia Jú!

  1. Excelente, maravilhoso, sensacional, deveria ser publicado em todas as escolas e templos para que todos refletissem sobre o tema, especialmente estes que se rendem à interpretações de pastores que em sua grande maioria não passam de comerciantes e investidores bem treinados.ElikaParabéns mais uma vez pelo excelente texto que nos leva a acreditar que não somos os únicos que assim pensamos.Ufa!!!! pensei que eu era o único que ia queimar no mármore(sic) do infernobeijocasMazinho

    Curtir

  2. Simplismente genial, fico indignada com os 'fiéis' que fazem tudo… TUDO… o que o pastor/padre manda, mas no final não sabe nada sobre a história que é contada, pessoas que adoram lá o deus delas, mas no fundo são completamente ignorantes sobre tal assunto.

    Curtir

  3. Categórico Elika!É preciso abrir um pouco o ângulo de visão de algumas pessoas.Qualquer que seja o livro, incluindo a bíblia!Devemos levar em conta não apenas os capítulos qe descrevem as coisas boas, mas também as ruins! E interpretá-las sem não distorcê-las.Parabéns!

    Curtir

  4. Eka, tá doida mulé?Como que você publica um texto preconceituoso desse?Você sabe que eu sou a mais cética da família. Sou "atoa",como diz um amigo meu. Não acredito em deus, santos, espíritos, jesus (como filho de deus- este eu acredito como um paciente psiquiátrico) e afins. E concordo com todas as críticas que você fez à bíblia. O que eu não concordo, e vou tentar aqui te alertar é o seguinte:eu imagino todas as igrejas, TODAS, como órgãos políticos. Eu, Lydiane. Sei que não é a opinião de todos. O que a igreja evangélica fez foi popularizar a religião, o problema é que popularizou também os pastores. Pessoas sem conhecimento de causa começaram a ministrar as missas, e pessoas mais humildes ainda começaram a assisti-las. A igreja evangélica cobre sim a fé de um público pobre e ignorante. Daí vem tantas asneiras que se ouve em praça pública. O que não se pode fazer, coisa que você faz com freqüência, é generalizar. Colocar todos como farinha do mesmo saco. Eka, eu tenho amigos inteligentíssimos que são evangélicos… outros testemunhas de jeová- que também é uma religião que sofre preconceito. E conversando com eles, eu simplesmente perco o argumento. Toda religião tem uma lógica, mesmo que não seja uma lógica racional. E temos que respeitar a todos.Eu sinceramente não sei qual é a sua religião. Sendo católica, vou te lembrar de uma pessoa: tia Isa- aquela louca que acha que a virgem santa estava no santo de madeira visitando casa a casa. Se for espírita, pô, não vou nem começar…Em toda religião tem gente burra e gente inteligente, inclusive no ateísmo, no satanismo e cacetada a quatro. Talvez falte a você conhecer mentes melhores representantes desta religião.Não generalize, irmã… você vai ofender a muitos com este texto. Alguns preconceitos são justificáveis – confesso que assim como você, tenho preconceito com gente burra. Mas preconceito com religião/sexo/cor não o é (justificável).Cuidado com o que você escreve aqui: só digo isso pq te amo.Bjão!

    Curtir

  5. Ôpa! Calmalá!Eu só estou me manifestando contra o fato de falarem que na Bíblia está A Verdade! Aonde "Ela" está eu estou procurando saber, mas lá, definitivamente, não está!Com este texto estou pedindo um pouco de leitura e reflexão.Se alguém se ofender é porque não o entendeu. Só isso.

    Curtir

  6. Parabéns pelo texto e pela lucidez dos comentários. Infelizmente as pessoas "envolvidas" pelo processo de lavagem cerebral, criminosamente arquitetado e executado pelos "pregadores da palavra divina", já perderam ou nunca desenvolveram a capacidade de pensar e assim questionar aquilo que ouvem, pois como você bem disse, jamais tiveram a oportunidade de ler e interpretar nada. Não desista dessa empreitada, pelo menos com as pessoas mais próximas de você como sua tia. Beijos Luis Manuel

    Curtir

  7. Hoje em dia a interpretação da bíblia se tornou absolutamente pessoal. Cada um tem a sua, e pronto. As conversas para tirar o melhor de cada uma delas, se perderam. Ficaram as imposições moralistas. Deveremos encontrar um novo caminho, o caminho do meio. Levará tempo ainda, presumo. Mas o texto é muito bom. Refletir nunca é demais. Beijos.

    Curtir

  8. Você acaba de me convencer a ler a bíblia.Nunca quis ler por falta de interesse, vontade, ou o simples fato de me irritar na primeira linha lembrando desses pastores que convencem, através do que está escrito ali, pessoas já sem nada a doarem o pouco que tem.Obrigada!Beijo

    Curtir

  9. Nelson é gênio e merece tudo, mas realmente tem sorte.Você é espetacular. Gostaria de ter escrito esse texto.Abaixo a ditadura da religião!E por que será que, neste Rio de Janeiro que, um dia, foi a vocação intelectual da república, tanto emburrecemos? Onde foi que erramos?Beijoca!ESPETACULAR!

    Curtir

  10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    Curtir

  11. Meodeos, quem acha todo mundo ignorante?Eu não quero "cientizar" ninguém! Quem falou que os religiosos são burros?Eu só estou falando para as pessoas LEREM. LEREM A BÍBLIA!!!O que eu critico NÃO é a religião, como sue marido fazia, eu critico A FALTA DE LEITURA e a obediência CEGA sem reflexão prévia.Só isso. Não coloquem palavras na minha boca e pensamentos que nunca existiram na minha cabeça!"Se a Bíblia é ou não verdadeira, fica a critério de quem quer ou não acreditar. Este é o mistério da fé."O mistério da fé é a ignorância? Não entendi.Por que vcs estão se ofendendo quando mostro as passagens da bíblia??? Esquentar a cabeça? Como dizia Spinoza "a maior glória que um homem pode ter é dividir conhecimento". Para acabar: eu nunca começo esse assunto e muito menos ofendo quem tem religião. Nem opinião eu tenho a respeito.Só mostrei o que li.

    Curtir

  12. Os relatos que você fez sobre os tais acontecimentos bíblicos estão corretos. A interpretação e conclusões tiradas, no entanto, deixam a desejar. Mas seu texto me fez lembrar que houve um tempo em minha vida que trabalhei intensamente para abrir os "olhos" das pessoas sobre aquilo que julgava "baboseiras da bíblia". No entanto, Deus foi tão misericordioso comigo quanto foi com Saulo, o comandante das tropas em Jerusalém e principal perseguidor da Igreja de Jesus. Como homem algum conseguia convencer o comandante Saulo sobre a Salvação que Cristo veio trazer ao mundo, o próprio Senhor Jesus (já ressuscitado) o confrontou na estrada de Damasco, cegando-lhe os olhos para poder falar-lhe ao coração. Muitas vezes, sabe, a gente só enxerga coisas "exteriores" e aparentes, quando deveríamnos ir mais fundo e questionar até mesmo nossas próprias conclusões que, muitas das vezes, são precipitadas. Em todas as passagens acima há contextos que não foram abordados. Assim, apenas lhe digo que, se possível, respeite o único livro que Deus deu à humanidade, onde está revelado todo o plano da Salvação. Digo isso como meu dever particular que levar o Evangelho ao mundo inteiro, E você é parte do mundo e deve saber que Deus ama você, como me amou, mesmo quando eu ainda agia contrário a ele. Mas digo isso: Deus também sabia que eu era sincero naquilo que dizia e quando ia contra a Bíblia. Como o comandante Saulo também era, quando se recusava a crer que aquele Jesus havia ressuscitado e era o Messias de Israel. Ele simplesmente estava manifestando a sua crença até o dia em que tudo mudou e ele encontrou com Jesus e se tornou o maior dos Apóstolos da Bíblia Sagrada. E como aconteceu isso? Quando ele encontrou com jesus Cristo na estrada de Damasco. E, como eu mesmo encontrei um dia com Jesus na estrada da vida, espero um dia receber notícias suas dizendo que também o encontrou.Deus te abençoe e lhe toque o coração de uma forma mais intensa e você encontre a verdade onde você julga encontrar apenas "absurdos". Lembre:se que quem está falando é alguém que foi, um dia, convencido pelo Espírito Santo de Deus e hoje não posso condená-la em momento algum, pois sei exatamente como é isso. Mas pode ser que, amanhã, você o encontre na estrada da vida, e Ele lhe falará pessoalmente ao teu coração de uma maneira que homem algum, nem mesmo eu, Pastor, posso lhe falar. Jesus te abençoe poderosamente.Do irmão em Cristo,Pr. Wagner Ciprianowww.culturaevangelica.blogspot.com/

    Curtir

  13. Wagner, Agradeço o seu comentário. Quero deixar claro que não tive a intenção de ofender a sua crença. Acho que escrevi mal esse texto. O que ocorre, já constatado por mim, é que a comunidade evangélica é em sua maioria composta por pessoas que refletem pouco sobre o que dizem e o que fazem e que nada lêem. Nem a Bíblia. Tenho amigos evangélicos que lêem mas são a minoria! Discutem (de forma saudavel) comigo. Dialogamos. E isso que eu quis com o texto. Estimular que os próprios evangélicos leiam a Bíblia e reflitam sobre o que lá está escrito. As passagens foram, óbvio, propositais. Como disse, a minha bíblia está toda lida e grifada. Sei que tem passagens belíssimas mas não é só o belo que nela encontramos. E como interpretar o feio? Por que há ausência de beleza em muitas partes das Sagradas Escrituras???? Eu procurei a resposta conversando com padres e pastores e a encontrei! Mas ninguém que se aproxima de mim na intenção que eu "aceite Jesus" conhece essas passagens e consegue dar uma resposta para as minhas perguntas. Repetem o que é ouvido nos cultos evangélicos e nem entendem o que estão dizendo. Digo isso porque quando pergunto sobre o que versam não obtenho resposta nenhuma. Isso é, no mínimo, digno de nota. Se, depois de ler, questionar, a pessoa quiser ser evangélica, católica, protestante…tudo bem. Mas vamos ler!A Bíblia!Desculpe-me se te ofendi.O diálogo foi a minha intenção.

    Curtir

  14. Não me julgo melhor do que ninguém. Mas tb não me julgo inferior e não aceito quando um evangélico me olhe como se eu tivesse menos do que ele. Se devo respeitar quem segue uma determinada crença isso não quer dizer que o deva fazer em silêncio. Por que só eles podem falar? Por que não devo me ofender quando eles falam que eu vou para o inferno na minha cara e ficam repetindo isso sempre? Por que devo silenciar a minha (des)crença? Se eu falo é porque ouvi. Nunca toco primeiro nesse assunto. E quem quiser falar, como o Wagner, sou toda ouvidos.

    Curtir

  15. Elika,Sei que o seu objetivo foi incentivar a reflexão sobre os textos das sagradas escrituras e sobre a falta de leitura generalizada, dando como exemplo até mesmo o pouco conhecimento da bíblia pelos evangélicos.Mas tenho que concordar com o Pr. Wagner, os trechos retirados da bíblia estão corretos, como você pôde observar no email que te mandei com várias versões diferentes da bíblia católica, da americana, da inglesa, da italiana, da espanhola e da francesa, porém, sua interpretação e conclusões tiradas deixam a desejar. Quando um homem oferecia a mulher ou as filhas para serem humilhadas e violentadas por uma multidão, na verdade não era bem isso que ele queria dizer, existe uma mensagem bem maior que você não está conseguindo enxergar.Eu sei disso porque também encontrei Jesus. Antes deste encontro eu era uma outra pessoa totalmente diferente, não acreditava e nem respeitava nada, minhas únicas verdades estavam escritas no fundo das garrafas que eu bebia desesperadamente tentando amenizar meus problemas e minhas dores, essa era a minha bíblia.Até o dia em que o diabo se apoderou completamente do meu corpo e usou a minha própria mão para matar minha sogra, minha esposa e um casal de filhos.Hoje, cumpro quatro penas consecutivas de 30 anos porque quem me julgou tirou conclusões precipitadas, pois meu advogado não conseguiu abordar todo o contexto dos fatos ocorridos. Tenho tido muito tempo para ler e refletir; e já li e reli diversas vezes o único livro que Deus deu à humanidade, sei que o Senhor me ama, sempre me amou e sempre teve um plano para mim, assim como tem para todos nós. Espero que você O encontre o mais rápido possível.Do irmão em Cristo,M.G. de Jesus – Cuiabá

    Curtir

  16. Meu amor,acessei os sites:www.culturaevangelica.blogspot.com/ ehttp://e-bibliasevangelicas.blogspot.com/E encontrei o seguinte link:DoaçõesEstamos desenvolvendo um trabalho a nível mundial, promovendo e incentivando o uso e a distribuição de bíblias eletrônicas e softwares evangélicos de pesquisa, estudo e ensino bíblicos. Inegavelmente o trabalho tem atingido inúmeros países e milhares de pessoas, ultrapassando fronteiras até de nações tradicionalmente contrárias à fé cristã, oferecendo aos usuários material e recursos de estudo, pesquisa e evangelização. Caso tenha disponbilidade financeira, considere a possibilidade de se tornar um eventual colaborador. Só poderemos agradecer a Deus e orar em favor dos contribuintes. Que Deus te abençoe e seja contigo pela consideração, respeito e atenção dedicados ao nosso trabalho.Comprando o CDBíbliasEletrônicasAdquirindo o CD Bíblias Eletrônicas 2008 você já contribui para continuação desse trabalho de divulgação da Bíblia às nações de língua portuguesa, inglesa e espanhola. Hoje atingimos a Europa, América do Sul, América do Norte, Continente Africano, Austrália e Oriente.DOAÇÕES (Conta Corrente)Agradecemos imensamente qualquer contribuição.PARA DEPÓSITO EM CONTA CORRENTE UTILIZE OS DADOS ABAIXO:DADOS PARA DEPÓSITOBANCO BRADESCOAgência: 0390-5C/C nº 0041637-1Favorecido: WAGNER CIPRIANO DA SILVADOAÇÃO VIA INTERNETCaso queira fazer doação eletrônica de qualquer valor, via internet, utilizando cartões de crédito/débito, clique no botão de “doação” abaixo. Utilizamos os serviços do PagSeguro Uol. É rápido e seguro.

    Curtir

  17. Sinceramente,Dizer que uma pessoa que lê 4, 5 ou mais livros por mês, há mais de 20 anos não está interpretando direito o que está escrito num texto claro, transparente, de contexto histórico e que reflete a realidade de uma época, cultura e sociedade extremamente patriarcal, é brincadeira!Fala sério!

    Curtir

  18. “Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que servem ao altar, participam do altar?"Assim ordenou o Senhor aos que anunciam o evangelho que vivam do evangelho.Mas eu de nenhuma destas coisas tenho usado.Nem escrevo isto para que assim se faça comigo; porque melhor me fora morrer, do que alguém fazer vã esta minha glória.” – 1º Corintios 9:13-15Não sabeis que o "boi que puxa o arado também come daquilo que ajudou a plantar…"

    Curtir

  19. Eu avisei.Eu não me ofendi nem um pouco com seu texto. Só vi nele preconceito, e quis te alertar… taí algumas pessoas que se ofenderam, e acredito serem seus amigos.Outro preconceito: os que vocês tem por pessoas que não lêem. Existem outras formas de adquirir conhecimento. Me pergunto se vcs consideram ignorantes aqueles que são disléxicos, cegos ou simplesmente apreciam outras formas de arte que não a literatura.Fica a reflexão,Bjinhos!

    Curtir

  20. Minha questão era só a generalização. A impressão que se tem do seu texto é que você considera todos os evangélicos estúpidos. Eu entro aqui em defesa dos que não o são.E sim, eles acham que nós não temos salvação. Mas porque vc se ofende com isso, se vc não crê?Também já ouvi da boca de uma amiga que eu vou queimar no inferno. Mas ao contrário do q pode parecer, ela diz isto com preocupação. Ela reza por mim sempre. Como vou ficar braba com uma pessoa que, na cabeça dela, só quer me salvar?Outra reflexão,Bjos!

    Curtir

  21. Amigos,Vou encerrar minha participação aqui. Creio que já dei o meu testemunho e cumpri meu trabalho diante de Deus e diante dos homens. Cada um use do livre arbitrio que Deus lhe deu e conclua o que quiser concluir.Todavia, alerto a todos que estão perdendo o melhor da Biblia ao discutirem pontos do antigo testamento e se atendo a fatos históricos que nada edificam, principalmente se evidenciados com o objetivo de destruir a fé e denegrir o Evangelho.O melhor da Bíblia é que Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores. E eu era um deles. Hoje, sou parte da Igreja de Jesus Cristo e posso alertar outros que ainda seguem o caminho da incredulidade que eu segui no passado, combatendo contra Deus.Mas não ignoro que a Bíblia deve operar um milagre pessoal, onde a transformação vem de dentro para fora., começando pelo coração humano.Quando a semente da Palavra de Deus encontra terra boa, ela germina…. e cresce…. e produz bons frutos que são agradáveis a Ele.Quando ela não germina, o ser humano continua morto diante de Deus.É por isso que Jesus veio dar nos dar vida, e mais do que vida física, uma nova vida, espiritual, visto que o mundo jaz (morto) no pecado da incredulidade.Deixoa semente da fé, na esperança que germine em algum coração.Deus abençoe a todos e a paz do Senhor Jesus Cristo possa reinar em vossos corações.Na Paz de Cristo,Pr. Wagner CiprianoPS: Nelson: fiquei espantado com sua rapidez em me julgar, colocando-me no nível de um “mercador do evangelho” sem sequer saber nada sobre a meu respeito, ninha vida, minha pessoa. Um abraço a você também.

    Curtir

  22. Eu também vou encerrar minha participação, só deixando claro que a minha questão aqui não foi abordagem da fé, mas do preconceito contra ela. "Se a Bíblia é ou não verdadeira, fica a critério de quem quer ou não acreditar. Este é o mistério da fé."O mistério não é a "ignorância", como vc perguntou. Ter fé é acreditar sem precisar de prova. É uma certeza que vem do coração, e não da cabeça.Por isso o buraco é mais em baixo. Existe lógica, mas para muitos não é uma lógica racional.Mais de 12 mil pessoas já passaram por aqui. E vc expõe seu nome, seu rosto, assim como os dos seus filhos. Peloamordedeus, cuidado com o que vc escreve.Fui!Bjão!

    Curtir

  23. Jesuis, Lyli, jesuis!Que preconceito pelas pessoas que não lêem? Da onde vc tirou isso? É claro que eu sei que há outras formas de se adquirir conhecimento!Duas coisas qto a isso:1. Eu dizer que a maioria dos negros são pobres é o mesmo que dizer que os considero inferiores???Eu disse que constatei que quem não lê tem dificuldades de adquirir certos conhecimentos. Lembre-se: sou professora de física. Uma disciplina que exige raciocínio LÓGICO. Daí para dizer que é burro foi por conta de vcs.2. "Se a Bíblia é ou não verdadeira, fica a critério de quem quer ou não acreditar. Este é o mistério da fé."Qdo eu perguntei a Ta se o mistério da fé é a ignorância não quis dizer que quem tem fé é ignorante. PELOAMORDEDEOS. O texto foi destinado leia, Lyli, leia: PARA OS EVANGÉLICOS QUE SE DIZEM SEGUIDORES DA BÍBLIA MAS QUE NUNCA A LERAM!!!!!!Considero a ciência um ato de fé! Por esse e outros motivos jamais poderia ter pensado, sequer falado e muito menos escrito que quem possui fé é ignorante! Outro ponto: quando disse que me ofendia qdo uma pessoa fica me dizendo que vou queimar no inferno quis dizer que me incomodo com o fato de ter que aguentar isso em silêncio! Por que respeito quer dizer silêncio? E por que quando eu falo só o outro lado tem direito a se ofender? Por que o meu saco tem que ser do tamanho do saco do Papai Noel e quem crê no céu e no inferno parece que foi feito de louça? Nem posso encostar?Por que?Admiro vc que não leva desaforo para casa me pedir para ficar quieta. Ficaria se me deixassem em paz. Se só ficassem rezando eu até agradeceria. Mas não, me cutucam, me enchem a paciência. Aguentei sim calada por muito tempo mas refleti sobre o meu silêncio que tanto me fez mal.E para esses que nada lêem, muito menos a Bíblia querer vir me empurrá-la a força, eu fiz esse texto. Coloquei algumas passagens propositais para que refletissem. Lessem!E me deixassem um pouco em paz.Tenho dito.

    Curtir

  24. Caríssimo Wagner, vamos lá, agora sou eu e você:"Todavia, alerto a todos que estão perdendo o melhor da Biblia ao discutirem pontos do antigo testamento e se atendo a fatos históricos que nada edificam, principalmente se evidenciados com o objetivo de destruir a fé e denegrir o Evangelho."Concordo que o melhor da Bíblia não foi colocado mas se você a leu há de concordar que muitas outras passagens e talvez muito piores do que essas não foram colocadas.Denegrir o Evangelho embora pareça não foi o meu objetivo. Qual foi eu já disse mas não me importo em repetir: O meu objetivo foi que as pessoas lessem a Bíblia.O texto foi um desabafo meu para aqueles que NUNCA a leram e ficam me dizendo que devo SEGUIR tudo o que lá está escrito. Essas pessoas são IGNORANTES sim no sentido de que IGNORAM a leitura. Quis mostrar a ESSAS pessoas que na Bíblia existem passagens horrorosas, sendo assim, temos que refletir se devemos mesmo seguir tudo o que nela está escrito.Lembre-se, e foi vc mesmo que me disse, que a ONU a considerou um livro perigoso. Exatamente porque as pessoas querem seguir AO PÉ DA LETRA o que está lá.Só para finalizar: a tia Jú, para quem dediquei esse texto hoje está lendo a Bíblia (que até então era enfeite de cabeceira).Devo pedir para continuar a ler ou a impeço?Agradeço mais uma vez a sua participação.Abraços

    Curtir

  25. Ah sim, Lyli! Só numa coisa concordo com vc: a exposição de meus filhos.Valeu pela dica!bjs

    Curtir

  26. Ah sim, Wagner!"Não sabeis que o "boi que puxa o arado também come daquilo que ajudou a plantar…""Não sei quanto à você mas o que não falta é boi comendo quase tudo que ajudou a plantar.Li na Veja.Mas deu também em todos os jornais.Tem muito boi guloso nesse pasto…

    Curtir

  27. Professora,Já fui seu aluno no Pentágono,sou o Rafael Bento, não sei se a senhora se lembra de mim. hoje estou fazendo engenharia na UFRJ. Leio sempre o seu blog mas hoje resolvi comentar pelo fato de embora ler muito livros da minha área e alguns de literatura só hoje tive a curiosidade de abrir a Bíblia.Não sou evangélico. Sou católico não praticante mas nós também temos que ler a Bíblia.Tudo de bom, professora.Rafael Bento

    Curtir

  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    Curtir

  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    Curtir

  30. Querida LK, seu texto está irretocável, mas incompleto. Acrescentaria na sua lista toda sorte de ramos do cristianismo especializados em proselitismo sem conteúdo, dentre os quais destaco os católicos carismáticos e os espíritas Kardecistas. Esse pessoal, juntamente com boa parte dos evangélicos, se intitula os donos da Verdade, embora nunca tenham lido a tal Verdade. Foi citado pela Lydyane a existência de evangélicos e testemunhas de Jeová, inteligentes e cultos. Paradoxalmente,creio que o que torna essas pessoas inteligentes e cultas é exatamente o fato de não lerem a bíblia, pois qq pessoa inteligente e de bom senso ficaria apavorada com a incoerência, crueldade, machismo e homofobia contidas em vários trechos da bíblia. Não vale pra mim o argumento de que na verdade esses trechos são textos figurados e que devem ser interpretados, pois nesse caso existiriam infinitas religiões, com cada pessoa versando a sua própria interpretação da bíblia. O que existe de fato é a ignorância tácita ou deliberada no sentido de fingir que esses trechos não existem só pq vcs não os leu ou pq não os quer ler. No seu post, melhor do que a crítica a alguns trechos abonimáveis da Bíblia, existe algo extraordinário: a idéia de que as pessoas respeitam ou gostam da bíblia justamente pq não a leem de fato. Me parece q o verdadeiro milagre da fé é acreditar naquilo que vc não lê =PBeijo! Dan

    Curtir

  31. Falando em fé…um dos meus salmos preferidos:Gonzaguniha 19, 14-26Eu acredito é na rapaziadaQue segue em frente e segura o rojãoEu ponho fé é na fé da moçadaQue não foge da fera e enfrenta o leãoEu vou à luta com essa juventudeQue não corre da raia a troco de nadaEu vou no bloco dessa mocidadeQue não tá na saudade e constróiA manhã desejadaAquele que sabe que é negroo coro da genteE segura a batida da vida o ano inteiroAquele que sabe o sufoco de um jogo tão duroE apesar dos pesares ainda se orgulha de ser brasileiroAquele que sai da batalhaEntra no botequim, pede uma cerva geladaE agita na mesa logo uma batucadaAquele que manda o pagodeE sacode a poeira suada da luta e faz a brincadeiraPois o resto é besteiraE nós estamos pelaí…

    Curtir

  32. Com todo respeito aos que se manifestaram neste maravilhoso espaço (eu também) que, desde sempre frequento, não se pode deixar de observar o seguinte:1) Este blog é de LITERATURA, ARTES PLÁSTICAS e OPINIÃO e não um veículo de tendências a determinada linha religiosa ou mesmo à não-religião. A autora é, disparadamente, uma das pessoas com maior preparo intelectual que já conheci em toda minha já longa vida. Tentativas de desqualificá-la em sua OPINIÃO por conta de verdades pessoais e voláteis é cair em ridículo. Não há uma verdade sobre a Bíblia: há interpretações do homem, das mais variadas formas. Os que não quiserem concordar com sua opinião têm todo o direito de irem para seu próprios blogs e, lá, defender a, digamos "verdade". Muito mais fácil atacar e criticar em comentários do que construir o próprio texto opinativo, com argumentos e lógica. Pobre do homem que vê defeito naquele que não concorda com a sua fé particular e unica. Em nome da "verdade da Bíblia", atrocidades como a Reforma e a Inquisição promoveram um verdadeiro holocausto. Desnecessário dizer o que a "Marcha com Deus pela família e pela liberdade" ajudou a criar na monstruosa ditadura brasileira 1964-1985, vitimando milhares e milhares de brasileiros com a pena de morte. Deus está nisso? Não. O que está é a maléfica ânsia ditatorial do homem.2) O Estado brasileiro, por mais que a Igreja Católica tente cooptá-lo por formas nada saudáveis, como o recente acordo Brasil-Vaticano assinado, ainda por aprovação, é LAICO. Ninguém é obrigado a ver a Bíbila como verdade oficial de nada. Quem acreditar, ótimo; quem não acreditar, também.3) Viva a democracia da Internet. Houvesse essa maravilha em tempos idos, milhões de vidas seriam salvas na Terra com informação; que cada ser humano respeite o outro, que se possa viver o verdadeiro sentido das repúblicas na Terra e que ninguém tente impor ao outro uma verdade absoluta que, ao final de incontáveis réplicas e tréplicas, cai no lugar comum dos dogmas: "é porque é, e pronto!"; "você não sabe de nada!" e outros complementos textuais chinfrins. Reitero meus parabéns a você, querida, pela coragem do que escreveu. Não tema oposições. Aqui, somos livres e temos todo o direito de exercermos o nosso pensamento. Beijo de sempre à toda família. Tenho orgulho de poder trocar idéias e experiências mentais com você. É sempre um gostinho sensacional de que nem tudo está perdido no século XXI de alta tecnologia e sociedade primata.Paulo.

    Curtir

  33. Eu não gosto de padre Eu não gosto de madre Eu não gosto de frei. Eu não gosto de bispo Eu não gosto de Cristo Eu não digo amém. Eu não monto presépio Eu não gosto do vigário Nem da missa das seis. Eu não gosto do terço Eu não gosto do berço De Jesus de Belém. Eu não gosto do papa Eu não creio na graça Do milagre de Deus. Eu não gosto da igreja Eu não entro na igreja Não tenho religião.Nando Reis

    Curtir

  34. Olá grande pensadora moderna! Por aqui dialoguei verbalmente com a tela, por conta de tamanha identificação com inúmeras passagens ao longo deste texto e seus comentários. Ri, aplaudi, esbravejei, cutuquei o Mazinho, e agora consegui escrever!Caramba, para mim, a Verdade está lá no infinito, onde as paralelas se encontram, onde o modelo atômico realmente descreve o átomo, assim como tantas outras perguntas que a Ciência e religiosos ainda não respondem ou sequer perguntaram, mesmo lendo todos os artigos disponíveis ou toda a Bíblia.Meu raciocínio lógico também me leva a inúmeros questionamentos, mas quando discuto com alguém, procuro compreender o ponto de vista do outro, o que é diferente de aceitar. O problema é que nem sempre esta via é de mão dupla, mas tenho que conviver com isso…Grande beijo e parabéns pelo tornardo!!!Que mulher corajosa!!!!!

    Curtir

  35. Olá Elika, ao ler seu texto, senti grande vontade de compartilhar o quão grande foi o efeito do mesmo sobre a minha vida. Eu sou cristã e leio a bíblia, mas confesso que hoje percebi que não a leio o bastante, ou melhor, de forma correta. Não pelo fato de ter concordado com o que escreveu, mas sim por perceber que se eu a conhecesse profundamente e tivesse tal conhecimento que pudesse fazê-la mudar de opinião me sentiria muito melhor. Não melhor do que a senhora que se empenhou em escrever este artigo um tanto precipitado e soberbamente generalizado, mas sim porque a minha parte eu teria feito de acordo com os ensinamentos deste Livro, considerando que para você possa parecer apenas uma coletânea de lendas e, no entanto, é o manual que eu, pelo menos, tento seguir. O curioso é que embora, a meu ver, suas intenções tenham sido completamente contrárias; seu artigo gerou mim uma espécie de avivamento e te agradeço por isso, sendo essa uma prova das várias maneiras de agir e da graça de Deus. E mesmo sabendo do seu ceticismo, creio que um dia você encontrará a VERDADE que tanto almeja, e atrevo-me a dizer que ela está mais perto do que parece. Pois a Palavra de Deus diz que "os justos são libertos pelo conhecimento” (Pv. 11:9), assim te parabenizo, porque examina as escrituras e isso é o que realmente tem faltado para muitos "cristãos", mas resta ainda que a veja com outros olhos, com os quais queiram aprender e não criticar, quando então ”conhecerá a Verdade, e esta Verdade te libertará." (Jo 8:32).Um grande abraço!Nathalia Colares.

    Curtir

  36. Acho que vc resolveu pegar no pé dos evangélicos por pura implicância. Não é só os evangélicos que não lêem a Bíblia, os Católicos também não o fazem e a grande maioria da população brasileira que se diz cristã também. Na verdade, não lêem nada, de Bíblia a gibi da Turma da Mônica. É um problema da população brasileira e não da religião. Não gostei da sua abordagem preconceituosa.

    Curtir

  37. Anônimo,concordo com vc que ninguém lê nada de uma forma geral e muito menos a Bíblia. Nem evangélico, nem católico, nem espírita…a questão que me levou a escrever o texto é que SOMENTE os evangélicos a quem eu tenho muita estima e cosideração ficam me importunando para ler a Bíblia e descobri que EU leio a Bíblia, apesar de atéia, mais do que qualquer outro que eu conheça pessoalmente. Leio por estudo e conhecimento geral. A minha Bíblia está tooooda grifada em várias histórias que interessante. Ao discuti-las percebi que os EVANGÈLICOS que me importunavam DESCONHECIAM várias histórias. Essa discussão não teve com nenhum amigo católico porque a postura deles é muito mais, diria, respeitosa com quem não segue a mesma doutrina.Pode ter parecido preconceituoso mas foi minha resposta e essa postura que eu só vejo em quem segue a religião evangélica.Grata pelo comentário.

    Curtir

  38. Ok, mas vc acabou colocando, mesmo sem intenção, todos no mesmo saco. Se baseou pelos que vc conhece e criticou toda uma religião. "Alastraram-se como os cupins aqui em casa." Que modo deselegante de escrever.Isso é preconceituoso e errado. Fazendo uma comparação, posso escrever um artigo falando de meus amigos gays, que são chatos, afetados e dizer que TODO gay é chato e afetado. Estarei julgando todos somente pelos que conheço. Cuidado com o que escreve pois certos tipos de preconceito são puníveis até com prisão, como o preconceito contra negros, por exemplo.Ah, antes de terminar, não sou evangélica.

    Curtir

  39. É. Você tem razão nas duas coisas: Uma que não tive a intenção e a outra que eu fui deselegante. Não creio, porém, que seja para tanto e que a frase tenha sido preconceituosa a ponto de punição. O texto foi escrito num momento em que estava muito chateada com essa postura de me obrigar a ler uma coisa que nem eles leem. Vi muita hipocrisia nisso e resolvi escrever.Embora teha me baseado nos meus poucos amigos que seguem essa religião, fiz um pesquisa e sei que isso é uma postura da maioria deles, embora, reconheça: há exceções.Agradeço o seu comentário e a sua crítica. Mudei o primeiro parágrafo que, hoje vi, realmente foi desnecessário escrever tão agressivamente.

    Curtir

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s