A imaginação é mais importante que o conhecimento*

* Albert Einstein

Eu tenho uma teoria. Na verdade duas, mas uma delas faz uma previsão de como os chineses vão dominar o mundo e hoje eu não quero falar sobre isso. Então, esqueçamos esta última, por ora, e nos apeguemos somente à primeira.

Não se pode dizer que a teoria em questão se enquadra nos padrões exigidos hoje no mundo acadêmico e, portanto, não possui o status científico. Mas isso não a diminui. Ela é uma teoria super séria que se baseia em observações realizadas por mim desde os idos de 1991. Se hoje não a publico em revistas de divulgação da ciência é pelo fato dela envolver um mistério indecifrável e todos sabemos muito bem que os cientistas são altamente preconceituosos com esse tipo de coisa.

A minha teoria explica as muitas sensações estranhas que temos tido ultimamente. Quem nunca percebeu que uma pessoa de setenta anos hoje aparenta ser muito mais jovem do que uma de setenta anos vinte anos atrás? Quem também nunca reclamou ou ouviu alguém reclamar que as vinte e quatro horas do dia não tem sido suficientes? Baseada nessas e em muitas outras observações, a minha teoria afirma com total segurança que:

O “tempo” gasto pelos planetas para dar uma volta completa em torno do Sol e em torno de si mesmos vem diminuindo.

A forma como o período de rotação e translação dos planetas vem se tornando menor, é impossível de ser conhecida e logo adiante explicarei o por quê. Mas é certo que algo nos é subtraído a cada ano e não é o tempo tal como ele o é entendido no senso comum, a dizer, aquele marcado nos relógios. Por isso o escrevi, acima, entre aspas. Digo isso porque os minutos continuam tendo os mesmos sessenta segundos desde que o sistema sexagesimal foi inventado. Porém, raciocinem comigo, o segundo, unidade de tempo mínima nos relógios analógicos, foi inicialmente definido como fração 1/86400 do dia solar médio. Se o dia solar médio, como versa a minha teoria, diminui, o segundo, aquilo que marca o ponteiro mais fino dos relógios, diminui consequentemente, exatamente da mesma forma que a medida da polegada (uma unidade de medida que era realizada com o polegar do Rei vigente na época) diminuiria para um Rei anão! Quando vamos medir o período de um planeta usamos um relógio que, neste caso, está intimamente e misteriosamente ligado ao próprio período que desejamos medir! Torna-se impossível, desta forma, a demonstração da minha teoria. Você deve apenas aceitá-la como verdade.

Seguindo esse meu raciocínio super elaborado, os nossos dias realmente são menores do que os dias de quando éramos crianças embora, continue tendo as mesmas vinte e quatro horas marcadas nos relógios (que se aceleram junto com todo o movimento planetário). Todos esses “idosos” serelepes caminhando, indo à academia e correndo nas praias não tem nada a ver com avanço de medicina porque a longevidade das pessoas não está aumentando, assim como de bicho nenhum na face da Terra! Estamos sim, dando mais voltas em torno do Sol, mas, insisto: durando o mesmo tempo que durávamos há mil ou cem mil anos atrás! Continuamos a envelhecer na mesma velocidade que nossos mais antigos ancestrais, mas mantivemos a tradição de contar como um ano de vida cada vez que o planeta volta a ocupar a mesma posição que estava em relação ao Sol no dia em que nascemos! A nossa indignação ao ver o final de ano se aproximando desenfreadamente só comprova a veracidade de tudo que foi explanado aqui hoje com tanta austeridade.

Após a aceitação dessa teoria super séria, a culpa que sentimos pelo fato de não se conseguir cumprir os prazos e fazer tudo o que está na agenda chega ao fim. Caberá agora reformular o nosso calendário de forma que se adapte às novas velocidades dos astros fazendo com que, por exemplo, o intervalo entre dois reveillons seja de no mínimo dois verões. Caso o contrário, chegará o dia em que nem mais dará tempo de desmontar as nossas árvores de Natal.

23 Comentários

Arquivado em Crônicas, Humor

23 Respostas para “A imaginação é mais importante que o conhecimento*

  1. élika, se vc escrever todas essas suas idéias em um caderninho de anotações que só vc viria a ter acesso e, quando vc crescesse mais "um muito", usá-las na criação de um roteiro de filme, sem dúvidas, seria um grande sucesso! melhor até do que Alice no país das Maravilhas!beijão!

    Curtir

  2. Elika,Sempre desconfiei que a minha total inépcia para cumprir prazos e horários era parte de um grande problema mais geral. Nada que fosse só culpa minha. Agora, finalmente, uma acadêmica de respeito vem dar fim a esse meu dilema.Com isso, a ciência será forçada a dar atenção a um fato há muito percebido pelas lanchonetes de fast-food e pelos inventores da maquiagem permanente…Em tempo: Há três anos que meu relógio fica direto no horário de verão, e minha guirlanda, esse ano, eu colei na porta com Super Bonder.Abraços,André Nakamura

    Curtir

  3. Teoria perfeita! Sem sombra de dúvidas tudo exato e coerente, dentro dos nossos padrões de inteligência e racionalidade, coisa que não podemos ter muita para entendermos tantas mudanças… nossas mentes têm que se ajustar a uma correria desenfreada de avanços tecnológicos e deixamos o tempo "correr" muito mais apressado e despercebido… É isso amiga vc acertou! concordo plenamente com tudo que você disse!

    Curtir

  4. "Haraka, haraka, haina baraka."Pressa, pressa é má à beça.Este ditado da África do Leste (Malawi) que aprendi neste final de semana (Paul Theroux – recomendo), talvez mostre que você tem razão, a partir do próprio polegar do rei. A partir do próprio homem. Seja qual for o motivo do encurtar do tempo, nós bem que poderíamos sentar e conversar um pouco. Independentemente de mais nada, não?Beijos e fique com meus parabéns, pelo texto saboroso, aliás, como sempre.

    Curtir

  5. Élika…Você não está bem, não é?hahahahahaha.Beijos, Ricardo Sibanto

    Curtir

  6. Elika,Tem gente tentando explicar essa rapidez do tempo que vem atropelando a gente. Sua teoria super séria pode se encaixar no que uma vez eu li num email desses que a gente recebe a toda hora.Procure na internet Ressonancia Schumann.Beijo, Renata.

    Curtir

  7. Sua teoria explica porque apesar dos meus 36 continuo parecendo ter 28…A D O R E I !!!Bjos,da sua amiga pentagonal….: Patrícia Reolon :.P.S.: Belos desenhos no blog !!! Parabéns!

    Curtir

  8. só nao entendi uma coisa: pq vc nao publica nas revistas cientificas!seria a soluçao de muitas pessoas!! Enfim sei pq nunca tenho tempo… me senti o coelhinhoi de alice no pais das maravilhas … hahahahhahahahadorei a teoria.bjoos

    Curtir

  9. Muiito boa a sua teoria, faz sentidoe ainda tira de nós a culpa dos atrasos, da falta de tempo, entre outros, rsrsBeijos ElikaSaudades e muito sucesso =D

    Curtir

  10. Cara Elika, interessante – e engraçado, ou trágico – o desenvolvimento da sua "teoria": esse o caos instalado em cada um de nós a cada dia que passamos: e nos tornamos (quase) iguais aos nossos pais. Gostei. Abraços, Pedro.

    Curtir

  11. uahuaaauhauhaa essa foi boa! Temos sempre que inventar um modelo para explicar nosso mundo! até mesmo explicar nossa falta de tempo!!!eu tenho dito: eu não tenho tempo, o tempo é que me têm! eu tmb tenho uma teoria, mas a minha explica o porque que quando criança o tempo passa devagar e quando adulto o tempo passa rápido! um dia escrevo sobre isso quando tiver tempo!! ahuauhau abração Elika! Parabéns! grande escritora! (thomas)

    Curtir

  12. ahuhauaQue viagem Elika! Gostaria que isso fosse provado um dia de alguma maneira mais surpreendente ainda. Me sentiria menos culpada pelo meu livro receber tão poucas horas de atenção diária. Agora, quanto a questão do ano novo que vc fala nesse trecho "[…] A nossa indignação ao ver o final de ano se aproximando desenfreadamente […]" pra mim é também uma questão relativa à nossa idade. Quando você tem 2 anos, você acha o ano muito mais longo pq 1 ano é 50% do que vc já tinha vivido anteriormente. Com 4 anos, 1 ano passa a representar 25% da sua vida e assim vai. Então se vc tem 70 anos, 1 ano não representa mtoo tempo pra você. Sei lá, pelo menos penso dessa maneira. Apesar dessa teoria ser realmente muito acolhedora para aqueles que precisam relaxar um pouco da correria diária… como eu =)Bom, agora que eu tô de férias, espero acompanhar melhor teu blog. Bjoos e continue escrevendo bastante.Adoreei.

    Curtir

  13. engraçado sepre tentei explicar a relatividade do tempo de outra forma tente e penseeeee

    Curtir

  14. Baseado na tua "teoria" crianças de digamos 6anos ou pré-adolescentes de 14 ou 13 seriam mais novas do que são, concordas? Isso significa que teríamos crianças começando a falar e andar mais tarde do que o que estamos acostumados e adolescentes deveriam desenvolver a sexualidade mais tarde também. E não é o que observamos. Crianças cada vez mais expertas e adiantadas, adolescentes com a sexualidade mais rápidamente desenvolvida. O que estaria em desacordo com a previsão feita pela tua "teoria". E mais um detalhe, a tua "teoria" é uma HIPÓTESE, inclusive como você mesma mencionou que não é possível testá-la, logo ela perde o posssível status de cienttífica, pois há muito que hipóteses não testáveis, que não se pode fazer uma experiência para comprová-la, nem desaprová-la são consideradas especulação e/ou pseudocientíficas. Você está usando a palavra teoria com o significado do senso comum.

    Curtir

  15. Caro, AnônimoNão sei se vc percebeu, mas eu sei desde o início que não se trata de teoria nenhuma. Logo no primeiro parágrafo eu deixo claro que tudo será uma grande brincadeira.O texto todo é irônico e sem sentido nenhum. Como deixei claro no início que assim o seria.Lamentável vc não ter entendido a brincadeira.Agradeço o comentário mesmo assim e peço para que releia sabendo que a primeira a me criticar e a debochar de mim sou eu mesma.

    Curtir

  16. Eka, muito boa a sua teoria! Fez todo o sentido para mim quando vc citou a árvore de Natal! Lá em Floripa tem algumas casas que nunca tiram aqueles enfeites pisca-pisca de frente da casa! Tá explicado agora o motivo! Eu sempre me perguntava "mas como eles ainda não tiraram o enfeite? Será preguiça?", mas não… é que eles não tiveram tempo! E o pior de tudo é que esta falta de tempo pega e me lembrei agora que só desmontarei a minha árvore (que montei no dia 24/12, por pura falta de tempo)quando eu voltar para Floripa ou talvez nunca mais! Ai que medo! bjs Tata

    Curtir

  17. prof,se eu estregasse o seu teste apos o praso de 1h, entao sua teoria explicaria e entao, meu teste seria aceito?? e seu colocasse 15s ao inves de 3s?? estaria certo?? olhe que ainda usarei essa teoria ein?! kkkkkkkkkkadorei!!! aquele humor reflexivo de sempre pelo qual me apaixonei… nao consigo (tambem nao tento) controlar meu "tempo" lendo seu blog, apenas deixo passar enquanto me deleito em suas palavras.bjs do seu aluno/faVinicius.obs.: Aquela segunda teoria chamou muito minha atencao. quero saber mais sobre ela… =Dobs.: nao havia nada que prometeste demonstrar? inda aguardo ein!! 😉

    Curtir

  18. Vinícius,estou com medo de ter dado munição para o inimigo.:-)Promessa é dívida. Vou cumprir! :-)Beijos

    Curtir

  19. PROFESSORA, que bacana isso! Além de lógico é quase uma consolação, haha! Parabéns! E, sim, eu acreditei na sua teoria. beeeeeeijo

    Curtir

  20. Fala, Juliana!!!!Que bom que vc acreditou na minha teoria. Ela é super verdadeira mesmo. Nós somos prova disso.:)Beijos

    Curtir

  21. Elika, me diga: sendo assim não vai chagar o dia em que 7h será noite e 23h será dia? sim pq se há desincronia entre tempo real e medida do tempo, em um momento, 'empurrando' as horas teremos uma h tradicionalmente do dia, como 14h, que será noite…. ou não? a física é vc, me ajude, gosto muito sua da teoria!

    Curtir

  22. Patrícia,Veja bem… a minha teoria antes de tudo, não passa de uma brincadeira. Mas, ainda que tenha sido levada a sério, tem muitas coisas nessa vida sem explicação. Uma delas,são os nossos relógios girarem mais rápido sem que percebamos!=)Obrigada pelo comentário

    Curtir

  23. caraca! absolutamente certa ( oh ohou…¿¿). beijo e saúde. sempre.

    Curtir

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s