Suíça

Frente fria que se aproxima. Que venha a chuva e que a minha indiferença a impermeabilidade não me desaponte. É preferível encharcar-se do que precaver-se com um objeto que nasce e respira quando o sol desaparece. Ventos fortes se aproximam. Que meus cabelos se embaracem com os meus olhos semi-abertos e que eu me vista de poeira. É preferível sujar-se a deixar que o ar em movimento ria no seu ouvido. Deixar que o suor lhe seja roubado e permitir-se ser acariciado pela aragem. E que o agasalho resista um pouco a ser usado para que eu aqueça a atmosfera. Que ninguém ao meu lado precise de ajuda porque os meus braços estarão ocupados. Abertos.
Que as metáforas decadentes como essas sejam úteis, mas sublimadas junto com o meu medo. Porque é preciso ser só e a viagem… a viagem tem que ser feita.

16 comentários em “Suíça

  1. Para quem não sabe, euzinha, super fófis, vou fazer um curso de Física de Partículas em Setembro, lá nas európis. Mas, como já é sabido porque de ninguém eu nada escondo, não convivo bem comigo mesma e só vejo graça no que pode ser compartilhado. Não sou maluca de desistir mas falta sobriedade para a leveza.É isso.Beijos em todos

    Curtir

  2. Adorei as metáforas, coisa de mestre, até me assustei, mas de você, como escritora, não dúvido de mais nada, apenas aprecio e me delicio com a leitura que me tira o fôlego.A viagem será um barato, você vai curtir e aproveitar de montão, a única coisa chata será esta espera e a ansiedade, mas no fim vai dar tudo certo.E não se engane, pode até parecer em algum momento que você está só, mas é apenas ilusão, eu sempre, e para sempre, estarei aí contigo, exatamente como agora, neste momento.Te amo

    Curtir

  3. A vida sempre nos reserva experiências e encruzilhadas como esta. Que físico não estaria à essa altura fazendo planos e suposições a respeito do curso, da viagem, da oportunidade de conhecer e aplicar seus conhecimentos? Só você "fófis". Não se esqueça do meu chocolate, pode ser presente de aniversário. Venha fazer um curso de aclimatação e "TERAPIA" aqui em MP. bjs

    Curtir

  4. Demorei bastante tempo pra entender essa historinha aí. Fui consultando o google pra ver as palavras difíceis e consegui imaginar a autora parada, sem roupa, toda molhada e suja. Com os braços abertos sem dar a menor bola pra ninguém, só levando o maior ventão na cara. Aí vou ver o final e vem essa tal de metáfora na parada. Lá vou eu de novo pro google. E aí embolou tudo, porque dizia lá que metáfora é quando se fala uma coisa pensando em outra parecida. Mas que coisa parecida seria essa?Desisto de entender… só sei que a mala sozinha na estação eu saquei: quando deixam uma mala assim lá na Europa, todo mundo sai correndo pra longe com medo de bomba.Mauro M.

    Curtir

  5. Eu perdi este texto. Quero dizer perdi até agora.Mas o espírito é este mesmo. Ao viajar nos sentimos desnudos e desprotegidos. Melhor enfrentar de frente, com poeira, vento, chuva e sol. E que venham as partículas!!Seja o que for, prepare o caminho da volta, que é o melhor de tudo. Aproveite muito. Compartilhe como sempre. Beijos.

    Curtir

  6. O meu problema não é a viagem. É fazê-la sozinha…Esse é o meu grande problema.Mas, sim, vou sair enfrentando tudo. Não sou louca de deixar passar a oportunidade, mas com o estômago reviradaço!!!!!Beijos, Djabal!

    Curtir

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s