Eu e Edivaldo [2]

edivaldo2

 

– Alô.
– Dona Elika, pintou um problema aqui.

Edivaldo, meu eletricista, está lá em casa e eu aqui no CEFET resolvendo N pepinos.

– Fala, Edivaldo.
– Eu fui quebrar um pedaço da parede mas fiz um rombo tão grande que agora vocês e seus vizinhos podem jantar se olhando.
– Porra, Edivaldo! O Seu Jorge não te mordeu?
– Não, dona Elika. Ele disse para a senhora ficar calma porque ele está tranquilo.
– E desde quando cachorro fala, Edivaldo? “Seu Jorge” é o nome do cachorro da dona Jurema. O marido dela é seu Ivaldo. E eles me amam e sabem que eu resolvo tudo. Mas porra Edivaldo!
– Estava mexendo com a senhora, dona Elika. Na verdade, só estourei um cano e a cozinha da senhora está toda alagada.
– Puta merda, Edivaldo! Cacete! E agora???
– A verdade é que eu precisei de mais conduíte fui ali eu mesmo e comprei para não dar trabalho para senhora. Achei uma loja com preço ótimo. A nota está comigo. Comprei logo 250 metros. Depois a senhora guarda o resto.
– Porra, Edivaldo!

Mais sobre essa relação eletrizante assim que eu chegar em casa…

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s