Dez anos de CEFET

cefet4

Há exatamente dez anos, assinei meu termo de posse. Na ocasião, o diretor fez um discurso do qual jamais esquecerei. Ele disse para os novos professores que não veríamos um colega sequer reclamar da instituição. Oras, quando ouvi aquilo, ri. Desacreditei. Professor sem reclamar? Como assim? Eu tinha duas matrículas no Estado e trabalhava em uma escola particular. A sala dos professores de ambas instituições era um verdadeiro martírio. Eu SÓ ouvia reclamação. Ou falavam mal dos alunos ou dos colegas ou do patrão. No Estado, falavam, óbvio, muito mal do salário também.

uComo assim não vou ouvir professor reclamando do trabalho no CEFET?

Pois então, com o tempo vi que ninguém havia me enganado. Por ser dedicação exclusiva, pedi demissão de todos os lugares. Em dez anos, terminei o meu mestrado, fiz meu doutorado (com redução de carga e não de salário), participei de vários congressos (com tudo pago) e ainda vi meus colegas crescendo academicamente e tendo o cérebro bem oxigenado de tanto que somos incentivados a pesquisar.

Hoje, além de professora, sou coordenadora de Física do CEFET. A minha equipe é formada de professores que ou tem doutorado ou estão caminhando para ter o título. As exceções estão desenvolvendo algum tipo de atividade bacana. Jamais os professores só dão aula ali dentro e ainda temos liberdade para ministrá-las do jeito que acharmos melhor. Não é á toa que CEFET é uma referência em Ensino. Os professores ousam e os alunos ganham muito com isso.

Na maioria das salas, temos projetores e aparelhos de ar condicionado. Os nossos laboratórios estão todos bem equipados. Nossos alunos são os melhores para se trabalhar. São alunos interessados, concursados e que em sua grande maioria respeitam o professor e sentem orgulho da instituição. É a receita perfeita para a felicidade e o sucesso. Ainda que tenhamos muito a melhorar, estamos, sem dúvida, no topo da cadeia alimentar.

Estou, pasmem, muito satisfeita com meu salário.

Enfim, foram dez anos muito felizes. Com o andar da carruagem e com os cortes que já estamos sentindo, temo que os próximos dez anos não serão com toda essa satisfação.

Ainda assim, seguirei trabalhando e aproveitando da liberdade e das instalações até onde o Deus de Janaína permitir.

Obrigada, CEFET, por tanta alegria que me deu nesses anos. Orgulho de pertencer a este lugar.

1 comentário

Arquivado em Crônicas

Uma resposta para “Dez anos de CEFET

  1. Q coisa boa de se ler/ver! Oremos pra q o Deus de Janaína se vire com ela e a deixe, com seus pares, bem longe de nós. Amém.

    Curtir

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s