O Carteiro e o Poeta – versão Madureira

carteiro

Aqui onde eu moro em Madureira, no subúrbio do Rio, o carteiro é uma mulher. Uma carteira. Morena, lindona e mega simpática. Nelson, meu querido ex-marido, anda recebendo uma multa atrás da outra e sempre tenho que assinar para receber a notificação de infração de forma que eu e a carteira estamos já criando intimidade.

– Miga, entra, toma uma água. O Sol está de matar.- Falei no terceiro dia.

– Não, miga, minha garrafinha tá cheia. Muito obrigada! Miga, que tanto você leva multa?

– Sou eu não, miga. É meu ex.

– Grazadeus, né?, miga, se fosse com você ia ficar triste.

Outro dia:

– Miga, de novo o seu ex andou fazendo besteira por ai!

– Me conta, miga, outra multa dele? Tadinho. Deve estar mal sem mim.

– Faz muito tempo que vocês se separaram?

– Quase um ano. Mas olhe para mim, miga. Ficar longe de mim deve deixar qualquer um doido, concorda? – brinquei.

– Super concordo, miga.- E gargalhou da minha segurança.

– Mas eu e Nelson somos hiper amigos e eu não quero que ele leve multa… – Falei fofa.

– Liga para ele, miga. Fala para ele prestar mais atenção.

– Boa, miga.

Abre parêntese:

Assim que ela se foi, mandei um uátissápi para Nelson:

“Nelsu, terceira multa em menos de duas semanas. O qq tá com teseno?”

Nelson responde com emoticon: ” 😦 ”

“Nelsu, a carteira mandou você lê as placa.”

Nelson responde: “???”

Daí, liguei e expliquei tudo. Dei o recado da super-miga-carteira.

Fecha parêntese.

Hoje, a carteira me chamou no interfone para ir até lá, mais uma vez, assinar papel. Aff. Nelson de novo? Quando cheguei até a mocinha vestida de amarelinho e azul com chapeuzinho na cabeça, ela me falou:

– Miga, primeiro quero te dar um abraço.

E me deu um puxão seguido de um forte abraço.

– Hoje, sinto muito, miga. – disse ela olhando nos meus olhos com cara de enterro. – A multa está no seu nome e não mais no do Nelson.

– Nããããããão, miga. Não!

– Outro abraço, miga, vem.

Agora vejam vocês, recebi uma multa e dois abraços. Perdi 7 pontos na carteira, é verdade, mas tem algo aqui dentro que não me deixa ficar triste. Deve ser o efeito desse famoso gesto. A infração cometida fez-me ficar arrasada por um momento, mas essa atitude espontânea e giga carinhosa dessa funcionária dos Correios fez com que meus lábios ficassem congelados. Com a concavidade para cima. E eu aqui. Assim. Com essa cara de paisagem de primavera…

7 para o Detran. 10 para a amizade.