Os pais educam. A escola também.

Quando chego para dar a minha aula de física, peço para que os meus alunos coloquem na mesa o livro que estão lendo. Tenho vários motivos para fazer isso: o primeiro é que quero, de fato, saber o que eles leem. Mas há outras razões: quando uma diversidade de livros começam a aparecer, é normal que eles olhem os livros que os colegas estão se distraindo. Animal curioso que nós somos, não raro vejo eles pedindo para dar uma olhada no livro do amigo. E temos absolutamente de tudo: Paulo Coelho, 50 tons de Cinza, Harry Potter, Stephen Hawkings, Clarice Lispector, Gregório Divivier… e cada dia que passa a quantidade de alunos que leem aumenta perceptivelmente. Se antes 30% colocavam um livro na mesa, hoje, quase 100% da turma o fizeram. E eu fotografei.

Ler é um hábito. Se os pais não leem, dificilmente o filho gostará desse passatempo. Mas se na escola ele percebe que outros da mesma idade que ele conseguem se divertir e crescer de uma certa forma pela leitura, é natural que esse desejo e a curiosidade o dominem.

O exemplo é dado não por mim, professora, e sim pelos próprios companheiros de turma.

Os pais educam. A escola também.

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas, Educação

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s