Prometo não tocar no assunto.

LK cesura.jpg

Fui orientada por várias editoras que entraram em contato comigo a não falar de política nas redes sociais caso queira ser uma escritora vendável. Perguntei: e sobre o que posse escrever? Disserte sobre seu trabalho, Educação, ouvi como resposta. Ou sobre os seus filhos, sugeriram.

Pois muito bem, trabalho no CEFET há dez anos como professora de física e há um ano como coordenadora. Cheguei lá pouco depois de Lula ter sido eleito presidente. No dia de minha posse, o diretor falou que ali eu não iria encontrar professores infelizes. Achei estranho, pois vinha da rede estadual e da particular onde professor que não reclama nunca havia visto.

O tempo passou. De fato, nunca vi ali professor reclamando das condições de trabalho. Vi as salas ganhando projetores multimídia e quase todas serem climatizadas. Tudo o que pedimos para que nosso laboratório de física ficasse mais moderno e atualizado conseguimos. Fiz meu doutorado com redução de carga sem redução de salário. Viajei para congressos e simpósios pelo Brasil inteiro tudo bancada pelo CEFET. Jamais, em tempo algum, lembro-me de querer fazer algo ali dentro para os alunos e para meu crescimento intelectual e ser freada.

Há quatro anos, minha sala viu a diversidade. O sistema de cotas foi implementado no meu CEFET. Se ganharam os cotistas com a oportunidade, ganhamos muito mais os professores por entender que capacidade intelectual nada tem a ver com a nota de uma prova de seleção e mais ainda enriqueceram os outros alunos por testemunhar o esforço de quem vive em outra realidade.

Sempre quis dar a melhor educação para meus filhos. Nara se formou ano passado pelo CEFET e ontem, depois de chegar da rua e ter visto o quão alienante é uma escola particular me disse: o CEFET deveria ser obrigatório para todos. As escolas particulares deveriam ser proibidas. Exageros à parte, ela quis dizer que lucrar com educação (e saúde) deveria ser, no mínimo, digno de vergonha.

Moro em Madureira, Yuki tem amigos na escola em que estuda (todos brancos) e, para equilibrar esse universo, levo meu filho sempre no Parque onde a diversidade impera.

No Parque Madureira, semana passada, Yuki conversava com um menino da idade dele (dez anos) que mora na Serrinha. O coleguinha viu a mãe ser estuprada e estava contando para a gente como foi. Ele estava acompanhado do irmão mais velho que estava “andando de skate não sei onde” enquanto ele brincava no parquinho. Disse o menino que o irmão vai matar quem fez isso com a mãe.

Hideo, meu filho mais velho, se formou agora em música. Está doido procurando emprego – assim como seus amigos que se formaram em engenharia, psicologia e ciências socias. Os editais para cultura estão fechados. Sabe Deus com que idade eles vão se aposentar.

Desde o meio do ano passado, recebo orientações de meus chefes imediatos para ajudar na contenção de despesas. Vi professores querendo ir a congressos e impossibilitados por falta de verba. Vai piorar, avisaram.

Temos toda a liberdade para usar metodologias diferentes para ensinar não só no CEFET como em todo o Brasil como já garante a Constituição. Mas essa nova reforma do Ensino Médio engana e toma para si esse discurso que ‘agora’ as escolas vão poder trabalhar de forma mais livre sendo que, em breve, veremos o aumento da dificuldade dos pobres chegarem às universidades como deixa claro o texto dessa Reforma.

Pronto. Falei do meu trabalho, sobre Educação e sobre meus filhos. Seguirei a orientação e continuarei dissertando sobre esses temas. Trarei números de quantas escolas técnicas foram criadas em dez anos e quantas universidades novinhas em folha visitei. Falarei também sobre a quantidade de amigos que tenho concursados e sobre Lucimar, minha empregada, e suas colegas de trabalho que estão felizes recebendo tudo o que tem direito.

Mas evitarei falar sobre política. Prometo.

151 Comentários

Arquivado em Crônicas

151 Respostas para “Prometo não tocar no assunto.

  1. Demétrio

    Kkkkkkkkkkkkkkk. Eu só dou risada dos trouxinhas. Parabéns, educadora! Os coxinhas que querem nos calar e colocar as palavras em nossas bocas deveriam aprender com Esse exemplo de texto Que não ataca ninguém diretamente mas indiretamente ironiza com os antipetistas… que só falta morrer pela realidade social do governo Lula/Dilma. Kkkkkkkkkkkkkkk. Fora Michel, golpista Temer.

    Curtir

    • Gilson guimaraes

      como diz o poeta, todo ponto de vista é a vista de um ponto cada lê e interpreta com os olhos que tem é por onde seus pés pisam. A professora em ato falho no texto falou dos filhos que não conseguem emprego. São só 13 milhões de desempregados, e será que a senhora sabe quem causou está e outras catástrofe ao país? Olha é melhor ler seu texto do que se cego.

      Curtir

      • José Maria

        Você é um idiota, não sou pt, mas até 2014 último ano em a Dilma conseguiu governar o desemprego não alcançou 5 ℅

        Curtir

      • Some daqui, papagaio de pirata! Coxinha de merda não tem vergonha na cara de falar bosta mesmo!

        Vai entender todo o contexto político-econômico além do presidencialismo de coalização pra emitir uma opinião minimamente razoável!!!

        De resto, pura falácia de bosta que já não dá mais tempo de ficar retrucando! É mais alucinante que drogado!

        Curtir

      • Carlos Montes

        Se o idiota não sabe quem provocou a bagunça fica quieta, cala a boca! Vou dar uma dica: Está preso em Curitiba e o nome dele é Eduardo! Está bom assim ou quer desenhe?

        Curtir

      • Sergio Topazio

        Quem causou esta e outras catástrofe ao país foram os golpistas.Não percebe?.Ou tem interesses inconfessáveis?

        Curtir

  2. Pretta Cani

    Adorei, parabéns, sua coragem, sinceridade e conhecimento de causa nos incentivam a lutar e ter esperança nesse Brasil, que é nosso, de todos nós. Só não vê as mudanças tão claras ocorridas no país, em favor dos pobres, dos pequenos agricultores, e, de tantos outros grupos esquecidos, quem nunca teve problemas com relação a oportunidades… Para pensar no povo, só mesmo quem veio dele… Só entende a fome, quem um dia teve o estômago doendo por não ter nada para comer… Que foi humilhado em sua vida pelos manipuladores da massa, enfim, só quem fez, ou faz parte da massa

    Curtido por 1 pessoa

  3. Rosilene Oliveira

    Elika, obrigada por “não” escrever certos temas… Temos sim, que contar da nossa vida, sua vida cotidiana de maneira a expressar tudo o que os tempos atuais estão fazendo com nosso povo sofrido, que se vê impossibilitado de chegar a Universidade. Sua luta enquanto educadora, minha luta enquanto educadora e a de tantos outros colegas é trazer à tona esses temas e debater, discutir e lutar companheira… E agora, ainda mais por saber que suas palavras tocam tão profundamente quem nos permitiu levar esse sonho para a vida!!!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Valter Pereira de Melo

    Arrepiei!

    Curtir

  5. Marcia Venturini de Assis Pimentel

    Obrigada por não falar de política.
    A vontade que tenho é de lhe abraçar. Dizer obrigada por me desintalar.
    Realmente falar de política pra que se ela não nos atinge.
    Continue sim seguindo as orientações tão … “Certinhas”, só consegui pensar nessa palavra, não fale de política.
    Machado de Assis iria adorar ter te conhecido.
    Nova vontade de te abraçar.
    Seu texto inteligente, crítico na medida certa faz com que nesses tempos de que coisas são proibidas, escancare a realidade cruel .

    Obrigada
    Marcia

    Curtido por 1 pessoa

  6. Rosangela Machado

    Elika, olá!
    Só hoje conheci seu blog e essa sua história. Como tudo isso é incrível!
    Foi como se o Lula tivesse ligado para mim também, e como se ele tivesse dito: “estou vivo, ainda sonho e acredito no Brasil e no brasileiro; a luta continua!”.
    Foi um sinal vital para mim.
    Um abraço

    Curtido por 1 pessoa

  7. Ramurti

    Estudei no cefet-mg, entrei em 1988 e formei em 1990. Metade da minha turma era de cotista, eles ganhavam um curso preparatorio e 40% de bonus nos pontos que faziam nas provas. Os laboratórios eram completos e eu não ouvia professores reclamarem. Não teve greve no período em que estudei. Em 2015 teve greve no cefet e a presidenta ainda era a Dilma.

    Curtir

  8. Adailton

    Virei se fã!! Parabéns pelo texto!!

    Curtir

  9. Adailton

    Virei seu fã!! Parabéns pelo texto!!

    Curtir

  10. Marcos Demarchi

    Elika boa noite,que bom que você retornou a terra,em qual planeta você estava mesmo?

    Curtir

  11. Maria Elisa Duarte

    Lula tenho que ser sincera, não era sua fã, mas votei em você. Mesmo assim não gostava de você. Até o dia que te conheci numa inauguração de um galpão de coleta seletiva de lixo reciclável em SP. Fui para a inauguração pois trabalhava como Educadora num projeto da Secretaria Estadual do Meio Ambiente de São Paulo, fui pensando: até parece que o Presidente irá aparecer num lugar desses!
    Não tive muito tempo para refletir, você simplesmente entro rodeado de seguranças com a d. Marisa toda de vermelho ao lado, esbanjando simpatia e uma humildade absurda! Foi paixão a primeira vista, eu consegui tocar em vc, pois vc pediu para os seguranças se afastarem e ainda pegou um filho de caçador de material reciclável no colo e ficou um bom tempo com ele.
    Isso aconteceu no dia 23/12/2006 ou 2007 não me lembro o ano exato. Nesse mesmo dia, mais tarde, fui homenageada pelos meus ex-alunos do EJA.
    A partir desse dia passei a te admirar imensamente, portanto, quando falam ou escrevem coisas boas sobre vc, eu fico muito feliz e com uma esperança em me coração, esperança de ter vc como nosso Presidente mais uma vez!
    Quanto ao texto escrito por minha companheira de profissão…simplesmente lindo! Parabéns

    Curtido por 1 pessoa

  12. Parabens! pelo texto, reflete a mais pura realidade vivida no nosso Pais, vamos lutar pelo Brasil.

    Curtido por 1 pessoa

  13. Pingback: Professora do CEFET-RJ recebe telefonema de Lula após texto viral e se emociona – Repórter Ninja

  14. Ana Maria Soares de Melo

    Disse tudo que penso, embora a minha vivência seja em outra área, mas sou testemunha do quanto o país melhorou para os pobres sem quaisquer oportunidades.

    Curtir

  15. Carlos Rogério da Silva

    Não vivi o governo Getúlio, mas me fascina o paradoxo das opiniões: uns o endeusam outros o odeiam. Para muitos foi o melhor presidente brasileiro. Dos que acompanhei, nenhum chegou nem perto do melhor presidente que esse país já teve. Tirou o país do mapa da fome, diminuiu, transferência de renda para os mais pobres, entre outras realizações. Isso lhe custou a perseguição e a irá dos capitalistas que não o perdoam por lhes ter preterido. Obrigado, presidente Luiz Inácio Lula dá Silva. Volte logo, os pobres e abandonados pelo poder precisam voltar a ter voz.

    Curtir

  16. Palmer Marques

    Parabéns pelo texto, parabéns pela iniciativa, parabéns por trazer a tona novamente os assuntos de cidadania.
    Não fale de política, fale do que realmente seu coração mandar. A abordagem foi realista e intuitiva.
    Mais uma vez, parabéns!

    Curtir

  17. Fabio Evangelista de Souza.

    Parabéns professora, que texto, ganhou um admirador , um simples operário desempregado de 40 anos de idade, um sonhador, que acredita que a revolução virá, um simples Corinthiano e um amante da Portela, salve Madureira .

    Curtir

  18. Angela

    Parabéns pelo texto! Pessoas como vc devem falar sim… O problema é que a cultura do país é só criticar e se lamentar mas na verdade escolas públicas são boas sim é materiais ótimos que os alunos recebem… não fale de política mesmo é sim da sociedades que é cega ou das pessoas que as deixam cegas… você é lutadora mostrou como que se faz…

    Curtir

  19. marcia netto

    Querida professora Elika, minha mãe também era professora de Matemática e Física em escola pública e como ela era uma professora muito aplicada e determinada, não admitia que o seu aluno ficasse sem entender a matéria, então a garagem em nossa casa era uma sala de aula e regularmente eu que era a filha mais velha reforçava a matéria para os alunos…e isso me ajudou no curso em arquitetura onde fui monitora na engenharia…kkk me identifiquei muito com sua forma de relatar seu ponto de vista e também feliz por ter sido reconhecida pelo nosso presidente Lula, grande abraço quero continuar recebendo seus relatos.

    Curtir

  20. Fábio Alves

    Fiquei muito tocado com o seu texto, Elika! Os tempos agora são difíceis, trevosos até, mas assim como superamos as trevas anos atrás, superaremos estas de agora também.
    Professores, mães, mulheres e seres humanos como você são inestimáveis e mais do que necessários para que ainda tenhamos um futuro neste país.
    Você e todas as pessoas realmente de bem têm o meu apoio.
    FORÇA SEMPRE!

    Curtir

  21. Parabéns pelo texto. Enquanto as pessoas só pensarem em si, não se darão conta das mudanças que aconteceram no Brasil, e que agora estamos regredindo.

    Curtir

  22. Julio

    Excelente texto. Estou emocionado com tanta verdade nas suas linhas. O presidente Lula merece muito as suas palavras.

    Curtir

  23. Pingback: Professora recebe telefonema de Lula após texto viral – Contra o Golpe Fascista

  24. Francisco Arlindo Andrade Sousa

    Parabéns!!! Não fale sobre política, fale das conquista e felicidades de milhões de brasileiros que tiveram nesses últimos 12 anos e compare com os 500 anos de história do Brasil.
    Arlindo Andrade
    Canindé Ceará.

    Curtir

  25. Felicidade do povo brasileiro? Que merda!!! Aquele meme do homem mordido pela aranha e se transformou no Homem Aranha, mostra que todos voces foram mordidos por um BURRO e viraram BURROS.

    Curtir

  26. Confesso que fiquei emocionado a me deparar com esse texto. Parabéns companheira, você falou tudo que os “cala a boca” queriam ouvir.

    Você “bateu na cangalha pro burro atender”. ou “Pra quem entende de carro isto foi um bom freio”.

    Curtir

  27. Sandro Alberto

    Elika, assim como tantos de nós, certamente viveu a adolescência entre 1975 e 1990, cheia de qualificadas referências políticas, culturais, filosóficas, sociológicas, … de toda natureza.

    Assim como ela, ingressei na então ETFAL em 1996, passando pelo CEFET-AL, hoje IFAL. É indiscutível a mudança de lá para cá! 1) Foi reeditado o Decreto de FHC que “proibia” a construção de novos campi universitários e novas unidades dos CEFETs, possibilitando assim a quase duplicação da rede universitária e a quadruplicação da rede de ensino técnico de nível médio. 2) Após 10 sem reajuste salarial, uma política de cargos e salários digna à carreira docente foi instituída. 3) O aporte financeiro destinado à capacitação docente e operacionalização dos Institutos, foi intensificado. 4) O programa ciências sem fronteiras permitiu a integração científica com países do primeiro mundo. 5) O sistema de cotas permitiu a inclusão dos jovens oriundos das escolas públicas aos espaços anteriormente ocupados “apenas” pelos filhos abastados da elite burguesa nacional. Etc, etc, etc! Só quem viveu está realidade, pode aferir e registrar os fatos sem leviandade.

    Ora, tudo isso incomoda às oligarquias e descaracteriza a velha estrutura de poder mantida ao longo de 5 séculos. Estou aqui tratando de políticas de governo e não do estadista, a quem posso elogiar ou mesmo condenar – tenho motivos para isto! Mas uma coisa ninguém pode negar: foi durante o governo de Luis Inácio Lula da Silva que o olhar para os mais pobres e a orientação no sentido de que estes possam construir censo crítico em relação à podridão que acontece nos bastidores do poder, aconteceu pela primeira vez.

    Gostem ou não, é como disseram um outro dia: Lula é o cara!

    Curtir

  28. O seu texto está muito bom, só acho uma pena certas discussões, entre (Supostos), coxinhas e esquerdistas, acho literalmente uma perca de tempo a discussão entre os dois lados políticos, porque penso assim? Porque não defendo mas também não vivo de elogios, todos os Presidentes que passaram, ao meu ver, pela cadeira chamada Brasil, merece créditos por seus feitos, ao mesmo tempo que todos eles contribuíram para que a catástrofe se instalasse, o que acho errado é as pessoas não terem estudos sociológicos para dizer que o Socialismo de Marx, sem mudanças é magnífico e perfeito, se fosse assim 30 países já teriam passado para o Estado Comunista, que é o fim do Socialismo e a Extinção do poder, o falar sem conhecimento é que leva o ser humano, leva as classes a essas divergências, a falta de informação, convenhamos, hoje não tem mais como acreditarmos em muita coisa também, porque não se sabe mais quem é que fala a verdade e quem é que não fala.

    Respondo esse comentário, pelo que li em vosso Facebook sobre a ligação do Ex Presidente Lula, no qual você fala muito bem dele. Tenho ressalvas a fazer mas sinceramente? Acredito que tu sejas autossuficiente para isso, então não preciso, mas tenho que discordar concordando de muita coisa no que fala aquele seu texto sobre a ligação e sobre este que você promete não tocar no assunto, mesmo que nas entre linhas, a política esteja impregnada nas palavras…

    Veja bem, por favor, não estou aqui para te julgar e muito menos te exaltar, só estou aqui por meio de um desabafo de uma pessoa que não aguenta mais a falta de informação das pessoas, continuar esses debates que não levam a lugar nenhum a não ser o vangloriamento de pessoas que não o merecem …

    Sobre política, acho muito legal todas as coisas referentes a Educação e Saúde que Lula priorizou em seu governo, mas acredito que longe da realidade, 80% dessas precisam urgente ser revistas, ou seja, alteradas de alguma maneira. Casos que quero dizer como o Bolsa Família, o recebimento vitalício desse plano eu não acho correto, pois acaba deixando mal acostumado por assim dizer as pessoas, pois se estacionam somente nisso, veja bem, existem exceções, não é um geral, outro ponto seria o correto cadastro disso, pois quando morei em Curitiba no Jardim das Américas, ali naquele posto ao lado do Shopping, (pode até não acreditar, mas como eu estava andando a pé não consegui uma foto para provar, pois sem celular para não ser assaltado), parei comprar um maço de cigarros, quando o homem em minha frente vai pagar a abastecida da sua Mitsubishi a diesel e pergunta a moça do caixa “Vocês aceitam cartão bolsa família”? no que todos em volta se entre olham… emfim acredito que todos os programas sociais são benéficos ao Governo e ao País, o que eu não concordo é o “dar o peixe” ao invés de “ensinar a pescar”.

    finalizo por aqui, porque não quero entrar em outros deméritos em seu texto, mas acredito que Lula ou qualquer outro que venha assumir novamente ou em uma primeira vez a cadeira chamada “Brasil”, deve com urgência começar com as raposas e uvas podres de dentro do ninho!

    Grande abraço. Fique com Deus. Paz e Sucesso!

    Curtir

    • Roberto dos Santos

      Qualquer um que critica a existência de um programa que visa acabar a fome do país cobrando dos beneficiados que mantenham a educação e saúde dos beneficiados em dia, é por viver em uma bolha e não se importar com o que acontece fora dela. O fato de existir essas duas amarrações pode portanto ser visto como “ensinar a pescar” visto que de fato esses beneficiados devem aprender como lidar com os filhos em prol de um família melhor e com isso poderão (e deverão) cuidar melhor dos filhos ao invés de mendigar ou praticar furtos, pois mesmo que exista algum pai que prefira receber os trocados que o bolsa família os aufere em detrimento de um emprego, esses filhos, agora nutridos, saudáveis e educados muito dificilmente buscarão manter essa mesma condição.

      Preferir que pessoas morram de fome nas ruas ou decidam ir pela saída da criminalidade ao invés de estender 0,5% do que o país produz para que seus próprios habitantes mais necessitados tenham o mínimo para se sustentar deveria se tornar crime inafiançável, pois se você sequer se importa com o bem estar do próximo não está apto a viver em comunidade.

      TODOS os programas de QUALQUER governo devem ser policiados, é óbvio o quanto esse seu caso isolado é digamos… isolado. Mas ainda assim, concordo que vários recebem o benefício por burlar as regras e acaba atrapalhando outros vários que precisam e não tem acesso. Mas isso acontece em todos os programas de governo, pois a corrupção está nas pessoas e impregnada em nossa cultura, nossos políticos são apenas nosso reflexo. E pode ter certeza, que a culpa desse mal uso pode ser de qualquer um, menos dos que realmente precisam dos programas então não há porque privá-los do mesmo.

      Curtir

      • ” Sobre política, acho muito legal todas as coisas referentes a Educação e Saúde que Lula priorizou em seu governo, mas acredito que longe da realidade, 80% dessas precisam urgente ser revistas, ou seja, alteradas de alguma maneira. ”

        “Casos que quero dizer como o Bolsa Família, o recebimento vitalício desse plano eu não acho correto, pois acaba deixando mal acostumado por assim dizer as pessoas, pois se estacionam somente nisso, veja bem, existem exceções, não é um geral, outro ponto seria o correto cadastro disso…”

        ” emfim acredito que todos os programas sociais são benéficos ao Governo e ao País, o que eu não concordo é o “dar o peixe” ao invés de “ensinar a pescar”…”

        – Veja bem, não sei como funciona a sua interpretação de textos, mas vamos lá, teoricamente agora falando em modo “geral”, “povão”…

        – Ao reler novamente as minhas palavras, para tentar entender esse modo chulo seu em escrever sobre bolhas, exemplos e etc, percebi uma única coisa, a sua vontade na agressão das palavras, veja bem, em nenhum momento disse “QUE SE EXTINGUISSE” qualquer programa social, pelo contrário eles devem sim existir, e se você leu o texto e interpretou viu também que, além disso eu comentei que precisa é ser feito mudanças nessas interpretações de quem deva ou não, porque realmente ACONTECE SIM, da pessoa ter condição e pegar igual (sem nenhuma fiscalização), estou falando porque eu trabalho com crianças, do Estado, do Município e do Particular, ou seja, elas mesmas contam e nós escutamos, quando falam que o pai fez isso e aquilo para conseguir méritos do programa, ENQUANTO, pessoas sem conhecimento algum, como percebi em seu texto (pela suas mesmas palavras), falam que não, ouvimos o outro lado DA FACE, dizendo que em sua casa falta alimento, água, esgoto, saneamento e o que mais for necessário para uma boa vida, porque o pai ou a mãe não consegue chegar, ou porque sei lá qualquer “N” motivos para fazer ou receber o programa. ESSE É O PONTO QUE EU QUERIA QUE VOCÊ TIVESSE ENTENDIDO, que as pessoas são movidas a UNICAMENTE A GANÂNCIA, não se trata de bolhas, pelo contrário, se trata em ver o seu aluno passando fome e se alimentando somente no colégio, QUANDO POSSUÍ MERENDA…..
        Acredito que eu não precise entrar em méritos ou não aqui mais.
        Finalizo meu texto dizendo o seguinte: – tenho dentro da minha sala de aula de Religião no colégio particular e de Matemática do ensino fundamental, que exibem seus Iphones comprados (com todas as palavras) com o bolsa e mais… não mudam em nada ou melhor, são até piores do que aqueles que não possuem nada… FALAR DE TEORIA, até papagaio ensinado fala, venha pra prática conviver em cidade de fronteira com outro país, pequena e sem recursos!

        Boa Noite.

        Curtir

  29. Emanoel Bitencourt

    Gostaria de parabenizar a professora Elika pelo excelente texto e demonstrar minha eterna gratidão ao ex e futuro Presidente do Brasil, Lula, por nos fazer acreditar que o nosso país tem jeito.

    Curtido por 1 pessoa

  30. Oi, Elika! Você acaba de ganhar uma nova leitora! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  31. Alex

    Bom texto.
    Tenho pensado bastante sobre nossa situação política e social e cheguei a conclusão de que somos mesmo uma massa de manobra, afinal “coxinhas” e “petralhas” são simplesmente brasileiros e no momento que deveriam estar unidos, estão ainda mais dividos, como se fossem inimigos de uma guerra imaginária.
    Parem e pensem, ELES conseguiram o que queriam, nos dividiram e nos enfraqueceram, agora podem fazer o que quiserem com as Leis do país . Quebrar um galho sozinho é fácil, quero ver quebrar a junção de vários .
    Pensem nisso, pensem nisso.

    Curtir

  32. Pingback: Prometo não tocar no assunto. – Miradas

  33. Kkkkkkk fui me posicionar sobre política até de forma descontraída e não deu muito certo. Filhos ou comidinhas são ótimos temas. Melhor deixar a política para o privado. 👍

    Curtir

  34. Gostei muito do que você escreve no Blog. É difícil não falar de política em qualquer espaço ou lugar que seja, apesar do trabalho muitas vezes nos exigir. Mas é tão absurda a atual situação do Brasil que dá coceira na língua ficando calada. O Brasil é o 7º maior PIB do mundo, estando muito bem colocado entre os países mais ricos, e está entre os piores índices do mundo em Educação, Saúde, Criminalidade, Desenvolvimento Humano e assim por diante. E os políticos roubando descaradamente. E essas reformas em que só o povo tem que pagar bem caro por tudo?

    Curtir

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s