O Salto Alto da Princesa

image

A princesa estava presa na torre do castelo. Fosse isso um conto de fadas, ela permitiria o cabelo crescer a la Rapunzel para que homens subissem na intenção de, no mínimo, tirar-lhe um pouco do tédio. Mas não, o conto é real. Portanto, a bruxa vinha de mês em mês cortar seu cabelo curtinho.

Até que um dia aparece um príncipe. Montado em um cavalo branco ainda por cima (A princesa era louca por cavalos). E sorri com o mais lindo dos sorrisos. E lhe chama com a mão.

– Oh meodeos!, pensava ela, como posso sair daqui!?!

A princesa, outrora tão desesperançosa, foi aspirada de repente, agora veja, pelos seus próprios suspiros que aumentaram freneticamente pelo sonho de viver uma vida acompanhada.

-Pula! Pula que eu te pego! – Gritou ele de braços abertos.

A princesa pensou não duas, mas três vezes. Talvez quatro. Cinco para não errar. E decidiu.

Encostou na parede oposta à janela.

Pegou impulso.

E pulou.

Fosse isso um conto de fadas, a princesa seria amortecida pelos fortes braços do rapaz. Mas não. Como já disse, o conto é real.

O príncipe estava todo pronto para segurá-la. Isso é verdade. Mas ao olhar para o alto, de onde vinha sua princesa, a luz do Sol entrou forte em seus olhos e fez com que ele espirrasse, fato que ocorre quando somos sugados pela escuridão.

Com um ímpeto involuntário, ele piscou forte e seus músculos tiveram um intenso e rápido espasmo.

Logo quando ela se aproximava.

Deixe um comentário

Arquivado em Conto, reflexões

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s