Uma história de dor e de luta

img_20190919_113702_6097974992889888063798.jpg

Militante não descansa.

Tô com essa mania que não vem de agora de perguntar, antes de mandar fazer o serviço, se a pessoa gosta de Bolsonaro. Isso vale para médico, dentista, cabelereiro, sapateiro, eletricista, manicure e serviços gerais. Se é para cuidar de mim e pagar por isso, que seja para quem não bate palma para maluco homofóbico.

Ontem fui à depiladora. Faço isso uma vez na vida e outra na morte porque dói, não sou obrigada e é uma situação humilhante onde nos arreganhamos toda para uma pessoa que nos taca talco, depois cera, puxa com pressa e pressiona levemente a mão em cima para aliviar a dor. Tudo isso com um ventilador ligado voltado para nossas entranhas.

Já tinha me certificado de que a moça odiava Bolsonaro, inclusive, por ter um filho gay. Mas militante que é militante quer doutrinar até com um joelho no norte e outro no sul.

– Você sabe quem foi Marx? – perguntei enquanto ela avaliava a temperatura da cera.

– É o moço que alfabetiza adultos? – questionou ela olhando para mim enrolando a espátula.

– Não. Esse é Paulo Freire.

– É aquele careca que fala com muita calma? Abre mais, por favor.

– Careca? O Karnal?

– Carnal? Ele é carnal?! Jesus amado. – disse ela enquanto espalhava cera.

– Não. Pera. Calma. Ai. É Karnal com ká. Esse aqui é o Leandro Karnal. – e mostrei a foto dele no meu celular.

– Esse mesmo! Ele é muito inteligente. Benzadeus.

– Ai! Vou te mostrar ai! Marx. Que dor miserável.Esse aqui é Marx.

Enquanto mostrava para Jocilene e ela me besuntava de cera, falei:

– O da luta de classes. Sabe o que é isso?

– Do MST?

– Não!, respondi na hora que ela puxou. Quer dizer, pode ser.

Daí fui explicando entre uma puxada de cera e outra sobre classe social, meios de produção, mais-valia, produção dos bens de consumo e tudo o mais quando conseguia respirar.

Foi um papo muito rápido. Ufa. Terminou.

– Entendeu, Jocilene?

– Entendi não sei se entendi. Mas olha aqui no espelho – disse ela toda sorridente. – Confere o meu serviço e veja sua transformação de Marx para Karnal.

Rimos muito ainda mais depois de eu ter observado que Karnal estava todo vermelho.

Daqui a algumas semanas, chego lá toda Paulo Freire e saio Suplicy.

É isso, gente. Lula livre.

Réchi tégui depilada.

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s