Eu não quero ser a “sua namorada”, Vinícius.

578711_292484434169327_100002233197309_672725_57690549_n

Quem me conhece há tempos já sabe que eu detesto desde que me entendo por gente a música “Minha Namorada” de Vinícius de Moraes. Horror! Horror!!! O cara vem cantando mansinho ♫ Se vc quer ser minha namorada…, com uma melodia, esta de fato linda, mas te colocando o cabresto e te reduzindo a uma coisa colocada no mundo somente para agradar a ele, o machão lazarento:

♫Se quiser ser somente minha/ Exatamente essa coisinha/ Essa coisa toda minha/ Que ninguém mais pode ser…”

Coisa o cacete. Não quero ser coisinha de ninguém jamais!

♫ Você tem que me fazer um juramento/ De só ter um pensamento/ Ser só minha até morrer…”

Como jurar isso? Que diabo “ser só minha”? E lá alguém pertence a alguém nesse mundo??? Tipo o homem tem uma dona e a mulher um dono? Fala sério! Somos livres! Homens e mulheres mesmo dentro de um casamento de papel passado! E ficaremos ao lado da pessoa com quem casamos por livre e espontânea vontade caso queiramos nos deparar com a tal da felicidade com uma certa frequência! Não quero saber desse papo de “metade da laranja”, “Você me faz feliz”…  Fala sério! Um casal tem que ter dois inteiros caminhando lado a lado. Felizes quando sozinhos. E no paraíso quando juntos, ok?

♫E de repente me fazer muito carinho/ E chorar bem de mansinho/ Sem ninguém saber por quê…

Caramba! Sem ninguém saber por quê?!? Fala sério! Eu quero falar pra quem eu quiser porque sofro, porque choro, porque estou angustiada… o homem quer que eu prometa que vou ter que chorar calada? De mansinho? Calminha??? Eu quero poder chorar brabinha, dá licença?

E agora o pior. O filme de terror, a visão do inferno e o motivo pelo qual a música é uma Ode à Violência:

♫Porém, se mais do que minha namorada/ Você quer ser minha amada/ Minha amada, mas amada pra valer/ Aquela amada pelo amor predestinada/ Sem a qual a vida é nada/ Sem a qual se quer morrer…

Deus me livre desse tipo de doente dependente e pegajoso. Mas calma. A bomba é agora:

♫ Você tem que vir comigo em meu caminho/ E talvez o meu caminho seja triste pra você…”

Pelamordedeos! O que é isso!?? O cúmulo do egoísmo! Se isso é uma declaração de amor, minha amiga, não reclame de nada! Você é uma Amélia burra de pedra. Isso é uma declaração de posse, de machismo, de superioridade, de sei lá mais o que.

Esse é o pior tipo de violência. Aquele disfarçado em forma de poesia. As burras que me perdoem, mas inteligência é fundamental para que sejamos respeitadas.

——————-

Mais exemplos de violência disfarçada:

https://elikatakimoto.wordpress.com/2013/12/12/machista-eu/

2 Comentários

Arquivado em Opinião, reflexões

2 Respostas para “Eu não quero ser a “sua namorada”, Vinícius.

  1. Pingback: Se Acaso Me Quiseres, Não Sou Dessas Mulheres. | Minha Vida é um Blog Aberto

  2. Nossa, eu vivo desde muito uma contradicao eterna : adoro as melodias das musica do Vinicius, que ouco desde que me entendo por gente, mas fico entre pasma e “nao acredito que ele consegue dizer essas coisas e todo mundo aplaude” ha anos. Fico feliz e confortada de ler sua cronica libertadora : nao sou louca !

    Curtir

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s