Nem Tanto ao Céu, Nem Tanto à Terra

Entrei numa loja de roupas íntimas e rapidamente aproximou-se uma vendedora perguntando se eu queria ver algo especial. Respondi com um sorriso debochado, pois, havia entrado numa loja que só vende um tipo de produto. Estou procurando calcinhas e sutiãs. Falei por falar, por impaciência, por TPM, por querer ficar logo sozinha de novo escolhendo mas, em seguida, ouvi:- Sei. Mas a senhora quer ver coisas de esposa ou de amante?

E lá vamos nós.

Quando os filósofos debatem um determinado assunto, antes que a discussão se inicie é um hábito senão uma necessidade definir algumas palavras que serão mencionadas a fim de evitar maiores confusões. A pergunta me paralisou por alguns segundos, pois, na minha definição de esposa a palavra amante é indispensável.

Lembrei-me, no momento da pergunta inesperada da vendedora, de um texto que havia preparado para dar de presente para a minha filha quando ela se casasse se é que isso vai acontecer um dia. O texto versava principalmente sobre casamento, mas também mencionava o que é ser, na minha opinião, uma esposa. Não vou reproduzi-lo na íntegra aqui porque ele é enorme. Citarei apenas uma parte.

Nara, não há segredos para o casamento dar certo. Há muitas mentiras que acabam por nos enlouquecer caso acreditemos nelas. Falam, por exemplo, que casamento é um deus-nos-acuda, um deus-me-livre e até, agora veja, coisa de Deus. Ouve-se por aí ainda hoje que o amor é de família nobre e tradicional, enquanto o sexo vem da periferia e é chegado numa promiscuidade. Não é nada disso, querida. Nem tanto ao céu, nem tanto à terra.

Comecemos por entender que homem nenhum jamais irá pertencer a uma mulher e vice-versa, independente do papel que assine ou do tamanho do ritual que sacramentará essa união. Somos livres, Nara. Mesmo dentro de um casamento. E ficaremos ao lado da pessoa com quem casamos por livre e espontânea vontade caso queiramos nos deparar com a tal da felicidade com uma certa frequência.

Se você foi escolhida para compartilhar a intimidade com alguém é porque você foi a pessoa que conseguiu conhecê-lo com maior facilidade e que, portanto, será a primeira a ser requisitada para ajudá-lo, caso ele precise. Você será amiga, contudo, também será amante. E para que isso não signifique que você tenha dupla personalidade deverá ser romântica ao desempenhar esses dois papéis. Mesmo nos momentos do sexo despudorado, minha filha.

Casamento tem que ter um quê de brincadeira de criança embora seja imprescindível que haja maturidade. As características que marcam um relacionamento maduro são infinitas porque os casais sempre estão se reinventando, mas vou citar algumas para que você entenda o que quero dizer: o silêncio feminino na hora do jogo, o olhar carinhoso dele ao te ver dormir com uma camisa que ele adora, dançar só para ele (mesmo que ele caia na gargalhada toda vez que você tentar excitá-lo com isso), ganhar (e dar) a primeira colherada do sorvete, abrir uma cerveja num final de tarde de domingo mesmo sem ter os amigos em casa, ele tentar te fotografar enquanto você anda a cavalo, lingeries novas, …coisinhas assim que juntas e misturadas como se fossem uma coisa só são de suma importância. Fique atenta a elas. Muita gente as menospreza ou não lhes dão o devido valor.

(…)
Olhei para a vendedora e mesmo com pouco conhecimento ao seu respeito tive uma opinião formada. Para me fazer essa pergunta tratava-se de uma pessoa completamente diferente e distante de mim. Diria até que vivia em outro mundo. Estava com pressa e evitei discussão:

– As de amante, é claro.

_______________________________________

Poderia ter terminado por aqui e deixado que todos acreditassem (como eu acreditei por alguns segundos) que, de alguma forma, eu tivesse algo a mais que a vendedora. Sabedoria, sensibilidade, paz no coração, sei lá. Porém, quando ouviu minha resposta ela rebateu imediatamente:

– É o que todas respondem. Por isso tenho orgulho de ser mulher.

Entre o preconceito e a ironia da vida, mais uma vez: ponto para o segundo.

__________________________________________

E para aqueles que querem saber se comprei algo muito ousado … nem tanto ao céu, nem tanto à terra. Afinal, entrei na loja à procura de um presente para a minha mãe.

——————————————————

Se você gostou desse texto poderá gostar também de:

Meus Deleites
O Fim do Grande Mistério de Ricardo Fragoso
Quando o Coração não se apóia no Diafragma

30 Comentários

Arquivado em Crônicas, Filhos, Opinião, reflexões

30 Respostas para “Nem Tanto ao Céu, Nem Tanto à Terra

  1. Adoreeeei o post! muito legal mesmo… e vou mandar o link pra minha irmã, que vai casar daqui a dois meses! rs parabéns pelo blog!Beijões

    Curtir

  2. Luh

    ahh muito linda sua opniao sobre casamento =)

    Curtir

  3. "Você será amiga, contudo, também será amante. E para que isso não signifique que você tenha dupla personalidade deverá ser romântica ao desempenhar esses dois papéis."Adorei isso.Adorei também o final e o depois do final, e mais ainda o depois do depois do final. Seu estilo em um dos melhores momentos.Beijos

    Curtir

  4. Mãe ,"dançar só para ele (mesmo que ele caia na gargalhada …)" isso me lembrou algo que vi… Você dançando para o papai e ele rindo, e eu também! Você é pior do que eu na chapeuzinho manca!!! Adooorei!Ou melhor adoooro! Enorme beijo de sua filha!

    Curtir

  5. Oi Elika adorei mikael

    Curtir

  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    Curtir

  7. Mãe desculpa…. Quando eu escrevi o comentario a sima pensei que estava na minha conta como eu estava acostumada a entrea no computador… por isso que vou apagar o comentario e escrever outro como anonimo.

    Curtir

  8. Mae fiz besteira de mais apaguei o comentario erradooo!!!!

    Curtir

  9. Nara, Nara, Nara…Estaria perdoada por estar fuçando no meu computador se não tivesse escrito "a sima".Mas, tudo bem…Eu havia falado que o seu chapeuzinho manca é imbatível e que nem vem que não tem pq eu danço super meiga.:-)Beijos e pare de mexer no meu laptossauro.

    Curtir

  10. Meeeeeeiga??? Se estra de brincadeira! Primeiro chapeuzinho manca já não é legal, você dançando fica a coisa mais engraçada do muuundo!! Que meiga nada! Um Beijão da Chapeuzinho

    Curtir

  11. No comentário a cima quis diser Vc estar de brincadeira em vez de "se estra"Chapeuzinho

    Curtir

  12. Professora,se a sra não ensinasse física , ganharia mt dinheiro escrevendo. Estou até agora impressionado!Parabéns pelo blog! Augusto

    Curtir

  13. Chapeuzinho, chapeuzinho…Trocando as letrinhas como faz com as perninhas quando sai saltitanto pela floresta???

    Curtir

  14. Pára de implicar com a minha pretinha que quando dança é a coisa mais singela do mundo.Anderson Kleiton

    Curtir

  15. Gostei das novas fotos dos livros com as paisagens. Não está na entrada, de cara, mas quem estiver um pouquinho mais atento percebe.Te amo

    Curtir

  16. Por onde será que anda o Djabal???

    Curtir

  17. Está carente de comentário com palavras bonitas e difíceis???:)Anderson Kleiton

    Curtir

  18. úme úme úme! Olha ele com ciúme!úme úme úme! Olha ele com ciúme!úme úme úme! Olha ele com ciúme!:-)

    Curtir

  19. Ler o que você escreve é um suspiro, um sopro, um respirar. Posso andar por aí, viajar, ler, estudar e – no mais das vezes – não fazer nada; mas sempre passeando por aqui. Hoje segui o curso deste texto rio. E saimos diferentes. Carta à filha, com sabedoria e risos. Em uma época em que tudo está estilhaçado, independente e burro. Algo que soma, agrega, junta e apara é uma dádiva. E, por isso, obrigado.Já o final: inesperado; outro melhor ainda, folgado e risonho. Escreva sempre. Mais. Beijos.

    Curtir

  20. :-)Chegou quem faltava.Olha o Djabal aí gente!

    Curtir

  21. Que palhaçada…A.K.

    Curtir

  22. Opa, opa opa ! Estava faltando eu ! Professora, a senhora não tem noção de como esse blog é viciante. Um entorpecente de valores. Valores estes que não são simplesmente expressos mas levados para o coração do outro. Não pare nunca de escrever. O casamento é uma das fases mais importantes da vida para mim. Não é um negócio mas também não é um test-drive. Por mais que eu ainda não tenha me casado,consigo imaginar como deve ser dividir sua essência com outra pessoa. Uma essência que você descobre incompleta quando aquela que você está diante supre mais a necessidade do que a sua própria. Perfeito seu texto. Viva as amantes ! Um beijão João

    Curtir

  23. Amo demais a minha mãe, incondicionalmente mesmo, mas ainda sim às vezes queria que você fosse minha mãe! A Nara tem muita sorte e tem que dar muito valor :)simplesmente amei o texto.beijos, Amanda.

    Curtir

  24. espetacular, elika. adorei tanto um trecho seu que coloquei até no twitter 😄 acho que esse foi um dos seus posts que eu mais gostei. e olha que eu já li todos, HAHAHAHA. saudades de você )= dia desses vou lá assistir a uma de suas aulas. Beijo

    Curtir

  25. Saudades de vc tb, Luiza!!!!Que bom que vc gostou.Beijos e……qual foi o trecho que vc colocou????

    Curtir

  26. Muito, muito bom!Ainda não tinha lido este!O texto tem vários ingredientes do filosófico ao lúdico passando pelo inesperado das respostas e conclusões, além de claro ter mostrado algumas necessidades da essência correta para um bom relacionamento à dois.Parabéns!!!!Bjks

    Curtir

  27. Que bom que te agradei mais uma vez! Mas esse texto, Maza, é antiiiiiiiigo. Como vê… Abril de 2010! =DBjs

    Curtir

  28. Pois é, acho que ainda não li todos.Estou lendo em doses homeopáticas para digerir sem efeitos colaterais. rs rs rs.Bjks

    Curtir

  29. Olá! E o Mazinho ficou enlouquecido com esse texto. "-E aí, vc já leu???Ainda não????"Esse texto me lembrou aquela discussão do FB…Se vc aceitar algum anexo na carta da Nara para ilustrar várias formas de amor no casamento, eu topo descrever a minha. bjs mil.

    Curtir

  30. =) Negócio fechado! Viva a liberdade ainda que estejamos presas!!!!!!=D

    Curtir

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s