Mulher Brasileira

Eu sou mulher-brasileira, mas não tenho bunda, nem peito durinho nem coxas sem celulite. Eu sou mulher-brasileira, mas não faço parte do patrimônio nacional que é visto com orgulho por muitos daqui. Sou mulher-brasileira, mas não sirvo para embelezar estádios e nem para ser candidata a musa de torcida. A minha sensualidade não pode ser vendida como atrativo porque ela está na minha inteligência.

Sou mulher-brasileira, mas não é a minha arquitetura que me define e sim a minha biblioteca. Sou mulher-brasileira, mas a minha existência não gira ao redor da aprovação e da satisfação sexual masculina. Sou mulher-brasileira, mas não deixo o mundo mais bonito quando uso uma roupa justa e sim quando falo, quando escrevo e quando trabalho.

Não vou negar que fico feliz quando alguém generosamente me acha bonita. Mas sei que a beleza enxergada o tempo já está levando e, em breve, pouco restará. Portanto, se me alegro quando elogiam a carcaça, regozijo-me quando enaltecem o que produzo intectualmente: meus filhos, meus textos, minha oratória e minhas aulas.

Se quiser trocar uma ideia, como a maioria das mulheres brasileiras, sou mega simpática e cheia de esperteza. Sente-se aqui e bora conversar. Mas saiba que:

Eu sou mulher-brasileira e não estou aqui para servi-lo.

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas, Opinião

Participe! Comente você também!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s